Agência Africa – a seleção de estagiários virou um circo

Vida de estagiário em agência é praticamente uma piada de humor negro. Você se mata, dá um update no curriculo, passa noites em claro e ganha um salário que nem devia ser chamado de salário.

E, apesar disso tudo, a dificuldade de entrar em agências grandes (tipo Y&R, DM9 e até a Africa) é grande. MUITO grande. Recentemente, um amigo meu me contou que estava numa entrevista para uma agência bem famosa. Durante a entrevista, ele comentou que o salário que ele receberia na agência seria menor do que ele recebia no lugar que trabalhava até então. E o que responderam? “O salário é esse. Você pode escolher receber menos e ter o nome da nossa agência no seu currículo ou continuar com um salário maior. Se você não quiser, tem quem queira.” E é bem assim, em praticamente todas as agências.

A Africa, então, resolveu pegar uma situação que já beirava o ridículo e transformar tudo isso num grande circo: lançou o “African Idol”, uma competição que terá como prêmio 1 mês de estágio na agência.

Parece até legal, para quem não leu nada da imagem. Mas não. Se você se mata de estudar, dá o mínimo de valor para a sua carreira e tem um pingo de orgulho próprio, não deve participar. Aí sempre tem aquele que pergunta: “e por quê eu perderia a chance de estagiar na Africa?”

Simples: porque, ao que tudo indica, eles só estão a fim de dar boas risadas – e realmente não estão atrás de um talento publicitário de verdade.  Afinal, ganham quem conseguir fazer a Sabrina Satto dar mais risada. Então, se você é esforçado, se mantém atualizado e tem boas ideias, por favor, valorize o seu trabalho. Vida de estagiário é uma merda, mas um dia as coisas melhoram (apesar de que vida de publicitário não melhora tanto assim).

Estou tentando entender essa atitude da Africa e esperando que essa situação (digna de processos trabalhistas, aliás) não se passe de alguma ação publicitária que todos nós compreenderemos daqui a alguns dias. Veremos.

About Janaina Marin

view all posts

Formada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Metodista de São Paulo. Apaixonada por internet, marketing, qualquer tipo de arte - principalmente cinema - e ciências. Curiosa, extremamente curiosa :)

0 Comments

Join the Conversation →

  1. Sei lá, pra mim soa de mal gosto isso, beirando ao desrespeito. Pra começar, deviam re-regulamentar esse negócio de estágio, porque de “estágio” mesmo não existe mais nada. Quem é que entra numa emprega pra estagiar? Ninguém! Entra pra ralar, pra produzir e ter responsabilidades tanto quanto profissional pleno e a um custo ínfimo. Enquanto as pessoas se sujeitarem e a sociedade aceitar, óbvio que algumas empresas irão se aproveitar dessa mão-de-obra barata e que faz tudo.

    Alexo MelloNo Gravatar /
  2. Concordo com tudo que você falou na matéria
    isso é se expor ao ridículo!
    estou no final da minha graduação, e ralei muito pra chegar onde cheguei, e sei que ainda vou ralar muito. Sempre fui contra essa coisa de estagiário ter sempre que ser inferior aos outros da agência, pois estagiário tem as mesmas responsabilidades e trabalhos dos outros, e ganha bem menos!
    e com essa vaga eles deixam isso bem claro!

    Eric BelinelliNo Gravatar /
  3. Aqueles que deveriam valorizar os profissionais e os estudantes da área, dão um show de desvalorização! Aff!

    Hanna CastorNo Gravatar /
  4. Fico muito feliz quando leio textos assim. Somente quando os publicitários se unirem e começarem a criticar essa abordagem oportunista das agências, que acham que ser publicitário é ser escravo, e mais, otário, pra achar tudo isso lindo, só aí que a profissão poderá começar a mudar.

    JulianaNo Gravatar /

Deixe uma resposta