Asheley Gilbertson: a guerra contra a guerra part.1

Nesse último final de semana aconteceu em São Paulo a Pixel Show, evento realizado pela revista Zupi, pelo qual a Criatives esteve lá fazendo a cobertura. E uma das atrações que chamou bastante atenção foi o fotógrafo australiano Asheley Gilbertson.
Nascido na Austrália e residente na cidade de Nova York, começou sua carreira aos 13 anos tirando fotografias de skatistas e grafiteiros, embarcando em um caminho que levou a um interesse especial em tribos, as pessoas e suas diferenças. Ashley estudou fotojornalismo em Melbourne sob a orientação de Emmanuel Santos, e depois de Masao Endo, no planalto japonês  Seus clientes incluem The Far Eastern Economic Review, The New York Times, Newsweek e Time.

Seu trabalho o levou por toda a Ásia, Afeganistão, nos Balcãs e no Oriente Médio, onde ele se especializou ao longo dos últimos três anos no Iraque. E foi assim que Gilbertson acabou se consagrando em um dos nomes mais premiados de fotografia do mundo pelo seu excelente trabalho retratando as tristezas e catástrofes de uma guerra diante de sua lente.
Mas, em sua palestra ele deixa bem claro que não quer apenas mostrar imagens, mas sim como forma de protesto a tudo aquilo que ele e um número incontável de soldados sofreram e ainda sofrem em frente as batalhas.
O resultado é impressionante, não colocarei algumas das fotos por motivos óbvios mas, procurei selecionar as melhores e as mais preferidas desse incrível profissional.

About Ainá Paolillo

view all posts

Ainá Paolillo é Analista de Marketing Digital em E-commerce em uma empresa de varejo, é designer gráfico e web freelancer há mais de 10 anos, já trabalhou também como programadora em empresa de TI. Facebook | Behance

0 Comments

Join the Conversation →

  1. Muito bom e inspirador. Deu vontade de pegar a camera e sair.

    Denys CruzNo Gravatar /

Deixe uma resposta