Fotógrafa registra o preconceito no olhar das pessoas

Existem diversos tipos de preconceitos no nosso dia a dia, seja ele preconceito sexual, social, preconceito através da religião e até mesmo com relação a deficientes.
O preconceito é sem dúvida uma das atitudes mais odiadas em todo o mundo, mas ai vem uma pergunta, você tem algum tipo de preconceito?

A Fotógrafa Mori Scafiero fez um projeto fotográfico onde registrou o olhar de preconceito das pessoas ao ver uma pessoa obesa nas ruas.
A ideia do projeto surgiu quando a fotógrafa estava registrando um outro projeto chamado Something to Weight, onde tirou uma foto dela mesmo sentada na famosa Times Square, retratando a solidão de uma pessoa no meio de tantas outras. A Mari Scafiero percebeu que as pessoas que estavam ao seu redor faziam caras feias ao ver a fotógrafa passando.

As imagens são intrigantes e abrem um ponto na nossa sociedade, será que todos nós temos algum tipo de preconceito ?
De suas opniões nos comentários.


Haley-Morris_7 Haley-Morris_124 Haley-Morris_4 Haley-Morris_3 Haley-Morris_12 Haley-Morris_2 Haley-Morris_11 Haley-Morris_8 Haley-Morris_5 Haley-Morris_13 Haley-Morris_9 Haley-Morris_6 Haley-Morris_10
 

About Stifler Mendes

view all posts

Blogueiro e fundador dos sites Criatives, DesignBrain e Curiozo com Z. Formado em Desenvolvimento Web e Design Gráfico, morador de São José dos Campos, apaixonado por séries e Counter Strike ♥

0 Comments

Join the Conversation →

  1. Imagino se um ensaio desse fosse feito no Brasil,a tristeza seria muito pior…

    FabricioNo Gravatar /
  2. Preconceito sem conceito que apodrece a nação ♪

    DemyNo Gravatar /
  3. muito tenso isso… esses olhares e julgamentos são corriqueiros em nossa sociedade. Normais são aqueles que se enquadram nos padrões de beleza da sociedade. E esta faz questão de julgar, massacrar, excluir, aqueles que são diferentes…

    Hanna CastorNo Gravatar /
  4. Realmente é muito triste!!!
    Já sofri preconceito e sei mto bem o que é se sentir fora dos padrões impostos pela sociedade!
    O negócio é aprender a ser amar, buscar melhoras em seu bem estar sem seguir regras que não nos levam em nenhum lugar, a não ser a auto punição e depressão.

    Abraços,
    Ana (Ateliê Anna Rocha)

    Ana MariaNo Gravatar /
  5. Apenas em uma foto quem olhava estava de frente para ela, portanto, seria preconceito a que? Bunda feia?
    Ou estaria ela “suja” por trás? Percebam na penúltima foto a garota tapa o nariz.
    acho que foi proposital e exagerado, para induzir as pessoas a olharem.

    Beto PuglieseNo Gravatar /
  6. Fiquei indignado com a foto da escada, qo jovem atrás além de precomceituoso, ainda se diverte, somos muito atrasados e vamos demorar muito ainda para evoluir.

    Somos o cancer desse planeta

    Evandro PereiraNo Gravatar /
  7. Se ela fosse uma mulher alta, magra, dentro do padrão de “beleza” das revistas de moda, usando uma roupa desenhada por algum estilista famoso, ela receberia os mesmos olhares dessas mesmas pessoas das fotos acima. A diferença é que nesse caso essas pessoas não seriam chamadas de preconceituosas mas de invejosas.
    Está muito chato viver nesse mundo do “vamos padronizar nossas emoções.”

    Alexandre RavagnaniNo Gravatar /
  8. Aé? é fácil falar que os outros são preconceituosos, mas aos que tem filhos ou crianças por perto, o que vc ensina a eles? ou deixa que a sociedade, as novelas ou as ruas ensinem algo a eles?

    MauroNo Gravatar /

Deixe uma resposta