PETA – contra o uso de animais no cinema e na publicidade

peta.jpg.pagespeed.ce.IUFCjw1n4t

A PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), pra quem nunca ouviu falar, é uma ONG que luta pelos direitos dos animais – pelo fim do uso de peles, do teste de cosméticos em animais e, agora, pelo fim do uso de animais na propaganda e em toda a indústria de entretenimento.

As campanhas da PETA sempre apelaram pro polêmico, tanto que, muitas vezes, seus comerciais são banidos das emissoras. Mas ok, já que isso acaba gerando um buzz online gigante.

A nova campanha, porém, é muito mais do que isso. Criado pela BBDO de Nova Iorque, o comercial pede para que animais não sejam mais usados em filmes e propagandas (a indústria de entretenimento, no geral).

O filme, cuja narração é feita pelo ator Adrien Brody, mostra um chimpanzé, confinado em uma sala. Mostra também que os animais, forçados a trabalhar por décadas, são tirados de seu habitat natural, separados da mãe, torturados e abusados até que, por fim, são descartados e mandados para algum zoológico qualquer, onde ficarão pelo resto de suas vidas – enjaulados.

Mas é claro que a campanha não jogaria só o apelo, sem mais nada. A solução para resolver esse problema? Computação gráfica, que já é muito utilizada em filmes hoje em dia (ou você acha mesmo que o tigre de “Life of Pi” é de verdade?). O comercial foi feito utilizando apenas a computação gráfica.

Lembrando que os macacos são 98% humanos (e mesmo que não fossem), o comercial termina perguntando “Você conseguiria viver essa vida?”.

Confira o comercial e o making-off abaixo.

About Janaina Marin

view all posts

Formada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Metodista de São Paulo. Apaixonada por internet, marketing, qualquer tipo de arte - principalmente cinema - e ciências. Curiosa, extremamente curiosa :)

0 Comments

Join the Conversation →

Deixe uma resposta