Projeto usa bactérias para abrigar pessoas em desertos

A ciência pode ser utilzada para transformar o próprio problema em soluções. O arquiteto sueco Magnus Larsson fez isso ao elaborar um incrível projeto urbano chamado ‘Dune’, reaproveitando a areia pela bactéria Bacilluspasteuri, que solidifica a areia criando grandes áreas que protegem contra o mau tempo, fazendo sombra e que facilitam a coleta de água.

Magnus desenvolveu o método após conhecer a pesquisa realizada por alunos da Universidade Davis, na Califórnia, sobre o uso da bactéria para solidificar solos em áreas de risco propensas á terremotos.

A obra ganhou em 2008 o prêmio Holcim de construções sustentáveis. Larsson alertou que apesar de ser gigantesco, o projeto aproximadamente custaria U$$ 11 dólares o m³ de arenito, comparando ao concreto que custa U$$ 90 dólares o m³ na região.

About Stifler Mendes

view all posts

Blogueiro e fundador dos sites Criatives, DesignBrain e Curiozo com Z. Formado em Desenvolvimento Web e Design Gráfico, morador de São José dos Campos, apaixonado por séries e Counter Strike ♥

0 Comments

Join the Conversation →

Deixe uma resposta