Roberto Carlos, que se dizia vegetariano, é criticado por participar de campanha da Friboi

Na semana passada, a Friboi apresentou Roberto Carlos como o garoto-propaganda de sua nova campanha.

Apesar de toda a sua popularidade, o pessoal não perdeu tempo e caiu matando, enchendo a internet (claro) de críticas. Isso porque o cantor, até pouco tempo atrás, se dizia vegetariano – mas que, depois de 30 anos, voltou a comer carne.

“Comecei a não comer e não comi mais. Mas depois de uma certa época comecei a ter vontade, sim. É por isso que, na verdade, comecei a ter vontade desde que parei”, afirmou o artista.

De acordo com Wesley Batista, presidente da JBS no Brasil (grupo dono da Friboi), “O artista é o maior ícone da música brasileira. Fala diretamente ao coração das donas de casa. Essas mulheres cozinham ouvindo suas músicas. Ele é um sinônimo de confiança e, por isso, tem tudo a ver com a marca Friboi”.

Apesar da justificativa válida do presidente, não se se contratar um ex-vegetariano (com seus hábitos de não comer carne tão conhecidos pelo público) foi uma boa ideia. Não para a marca em sí, mas pela repercussão negativa que surgiu disso tudo. Sim, o vídeo se espalhou e muita gente já assistiu, garantindo popularidade para a Friboi. Mas não sei, sempre fui contra essa história de “bem ou mal, o que importa é que falem de mim”. O que vocês acham?

Mas uma coisa é certa: o pessoal da internet não tem mais o que fazer. Deixa o Rei ser feliz e voltar a comer carne, oras. Problema é dele.

Para quem ainda não viu, o comercial está abaixo:

About Janaina Marin

view all posts

Formada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Metodista de São Paulo. Apaixonada por internet, marketing, qualquer tipo de arte - principalmente cinema - e ciências. Curiosa, extremamente curiosa :)

0 Comments

Join the Conversation →

Deixe uma resposta