Pley – a empresa que aluga peças de Legos

Legos. Sou apaixonada por essas pecinhas desde criança. O único problema do produto (além de pisar neles descalça) é o preço. Mesmo os boxes que não pertencem à nenhuma coleção específica podem custar muito caro. Fora que Legos nunca são o bastante, principalmente os de coleção.

É nisso que se baseia a Pley, empresa criada há quase 1 ano. Com o conceito de “Netflix dos Legos”, a empresa se oferece para ser uma espécie de “facilitadora” para os consumidores: você escolhe o kit e a Pley te deixa com os Legos emprestados durante um mês inteiro.

Segundo Eliana Furman, co-fundadora do Pley, é que as pessoas podem ter acesso à uma maior variedade de kits do produto, inclusive os temáticos, sem precisar gastar centenas de reais. A bagunça também acaba sendo menor, já que, quando você enjoar (se enjoar) das peças, basta devolver o kit e trocar por outro, sem precisar ficar estocando as caixas e pisando em pecinhas perdidas pela casa (mas aposto que isso vai acontecer de qualquer jeito).

Mas e se as crianças perderem ou estragarem as peças? Bom, como o público-alvo da empresa são as crianças, e elas tem a tendência de se preocupar mais em brincar do que em cuidar do brinquedo (tá certo), não há cobrança adicional se faltarem até 15 peças do kit. E os valores da assinatura são razoáveis: cerca de 15 dólares por um kit pequeno, 25 por um médio e 39 para a maior assinatura, que inclui Legos temáticos ou com mais peças.

A empresa deu tão certo e foi tão bem recebida pelo mercado que, desde a sua inauguração em abril de 2013, já foram realizadas mais de 15 mil assinaturas do serviço, e mais de 75 mil kits de Lego foram entregues.

Agora, a pergunta que eu sempre faço: cadê uma coisa dessas aqui no Brasil?

1024x567xlego-sets-pley-1024x567.png.pagespeed.ic.qD-qHYiJlR pley-netflix-lego

About Janaina Marin

view all posts

Formada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Metodista de São Paulo. Apaixonada por internet, marketing, qualquer tipo de arte - principalmente cinema - e ciências. Curiosa, extremamente curiosa :)

0 Comments

Join the Conversation →

Deixe uma resposta