A Arquitetura da Copa – Arena da Baixada

O estádio reformado tem capacidade para 43 mil pessoas e pretende ser uma “caixa iluminante” para a cidade, de acordo com o conceito do projeto arquitetônico. Com as luzes acesas, a Arena da Baixada permite a observação das atividades por quem está na parte externa, graças às características da fachada. A semitransparência permite que se veja o interior do local.

A esplanada frontal de seis mil metros quadrados facilita a integração urbana e reforça a proposta multiuso da arena, projetada para receber diversos tipos de eventos. Futuramente, o estádio contará com teto retrátil, preparando o local para ser palco de shows, espetáculos e até outras modalidades esportivas, como basquete, vôlei e tênis.

 

 

About Luis Missao

view all posts

Arquiteto e Urbanista formado pela Universidade do Vale do Paraíba. Fascinado por tudo que envolva criatividade, arte e design, sócio do Studio S Arquitetura e Design, escritório do ramo de arquitetura e design de interiores. www.facebook.com/studioSarquitetura

0 Comments

Join the Conversation →

Deixe uma resposta