Twiplomacy 2015 mostra como os líderes mundiais se conectam e usam o twitter

De acordo com o estudo anual “Twiplomacy” , realizado pela Burson-Marsteller, consultoria global de comunicação, o Twitter se tornou a rede social favorita dos líderes mundiais para alcançar audiências por meio de mensagens-chave. O objetivo do estudo é identificar como os líderes mundiais usam essa rede social e de que forma se conectam com o público por meio do Twitter.

Os governos estão cada vez mais colocando esforços em suas comunicações digitais, incorporando, inclusive, elementos visuais em alguns de seus tweets. Alguns, como o @Elysee Palace , costumam colocar vídeo (Vine) de até seis segundos para registrar visitas de Estado. A chanceler alemã, por exemplo, fez uso da ferramenta para incentivar sua equipe durante o campeonato mundial de futebol. Já o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, recentemente utilizou o canal para anunciar a retomada dos bombardeios às FARC.

A pesquisa, concluída em 24 de março deste ano e publicada na data de hoje, analisou 669 contas do governo em 166 países, apontando que 86% dos governos das Nações Unidas têm presença no Twitter. Além disso, 172 dos chefes de estado e do governo têm contas pessoais nessa rede social, enquanto apenas 27 países, principalmente da África e da Ásia-Pacífico, não têm presença no Twitter.

Confira um infográfico que a Burson-Marsteller criou com os dados da pesquisa.

Twiplomacy 2015

About Stifler Mendes

view all posts

Blogueiro e fundador dos sites Criatives, DesignBrain e Curiozo com Z. Formado em Desenvolvimento Web e Design Gráfico, morador de São José dos Campos, apaixonado por séries e Counter Strike ♥

0 Comments

Join the Conversation →

Deixe uma resposta