Bairro suíço inova e desenvolve sistema de horta comunitária com troca de alimentos.

Quem acompanha o criatives, sabe que sempre estamos dando dicas para tornar o seu dia a dia mais sustentável. No entanto, a dica de hoje vem como inspiração de um movimento inovador que vem acontecendo no bairro de Genebra, na Suíça.

Os moradores da Avenida Crozet podem colher alimentos frescos e orgânicos direto dos jardins da sua casa e do vizinho. É isso mesmo! Por lá, cada família planta um alimento e compartilha com as outras pessoas.  Além dos méritos de união comunitária, cada família pode usufruir de comida de verdade produzida na própria vizinhança. Isso não é incrível?

O ambientalista francês Yann Arthus-Bertrand registrou o movimento na região suíça. Além da beleza estética — que não fica muito atrás de jardins — a imagem também serve de inspiração para outras comunidades se unirem e possam fazerem o mesmo. Embora a ideia possa parecer um tanto  revolucionária, ela não é nova. As hortas urbanas começaram a ganhar força na Europa durante o século 19 com os esforços do físico Moritz Schreber. O alemão propagava a ideia de que as cidades deveriam ter mais áreas verdes para o lazer das famílias. Aos poucos, as pessoas começaram a utilizar o quintal de suas casas para cultivar seus próprios alimentos.

Você pode dar uma espiada na Avenida Crozet e ter uma ideia como as hortas comunitárias se parecem vistas de cima através  do Google Maps.

O que você acha da ideia, criativos?

Via.

About Bianca Camargo

view all posts

Jornalista apaixonada por inovação, criatividade, design e arte. Nômade digital, viciada em internet, ama viajar e conhecer novas culturas!