Campanhas publicitárias que foram um show de desastre à parte em 2017

Os esforços que as marcas fazem antes de lançarem uma campanha é algo bastante trabalhoso. Muito além do que simplesmente pegar a câmera e sair por aí filmando, é preciso desenvolver muita pesquisa e estudo para não cometer nenhuma gafe. No entanto, mesmo com todo esse trabalho realizado nos bastidores, algumas marcas pisaram na bola este ano e acabaram perdendo muito dinheiro de maneira bastante desastrosa. Confira algumas dessas campanhas:

 

1 – NetFlix

Nesse último semestre de 2017, a Netflix tentou usar alguns dados coletados dos usuários para criar uma campanha descolada. Pena que o resultado foi outro, como mostra o tweet acima que diz:  “Às 53 pessoas que viram (a série) A Christmas Prince nos últimos 18 dias: Quem magoou vocês?” Era para ser algo descolado, mas pareceu um pouco de invasão de privacidade.

2- Nivea

“Branco é pureza.” Acho que a chamada da campanha já diz tudo. A ideia era divulgar a propaganda no Oriente Médio, reforçando que o produto não causava mancha às roupas. No entanto, parece que alguém se esqueceu de verificar o tom racista que o slogan passava. Deu muito ruim!

3- Dove

 

Outra que não ficou muito atrás foi a Dove. A ideia era produzir um conteúdo divertido, aproveitando a onda das gifs, com um tempo máximo de 3 minutos de duração. Mas o conteúdo da propaganda não agradou ninguém. Na imagem, uma mulher negra tira a blusa e mostrava ser na verdade, uma mulher branca, passando a impressão de que somente mulheres com esta cor de pele eram verdadeiramente atraentes. Não precisamos falar que a repercussão foi péssima…

4 – Pepsi

Essa foi a vez da eterna rival da Coca-cola. O objetivo central da campanha desenvolvida pela Pepsi era passar uma imagem de paz e mostrar que seu  sabor e tão bom que une as pessoas. Até aí, sem problemas. Mas o comercial mostra a modelo mostra Kendall Jenner entregando uma latinha a um policial, gerando uma repercussão não muito agradável e aparentando algo mais oportunista do que realmente amigável.

5 – Adidas

A nossa medalha de ouro para gafes publicitárias sem duvida é da Adidas. A empresa achou que seria muito legal encaminhar um e-mail parabenizando os corredores da Maratona de Boston por terem conseguido finalizar a corrida. Mas o erro foi que o e-mail dizia: “Parabéns, você sobreviveu à Maratona de Boston”, ignorando o histórico de que a maratona foi alvo de um atentado terrorista em 2013. Brincadeira de mau gosto ou não, a empresa correu para se desculpar e encaminhou um segundo e-mail. Mas até aí, o estrago já havia sido feito…

 

About Bianca Camargo

view all posts

Jornalista apaixonada por inovação, criatividade, design e arte. Nômade digital, viciada em internet, ama viajar e conhecer novas culturas!