25 Pessoas que não sabiam como era gratificante cuidar do próprio visual.

A beleza não é a coisa mais importante do mundo e também é muito relativa, o que uns consideram bonito, outros não, porém, muitas vezes nos preocupamos demais com os padrões que não se encaixam naquilo que crescemos ouvindo ser ‘belo’. Entretanto, o que realmente vale é estar bem com o próprio corpo, principalmente quando passamos a nos cuidar mais, abaixo, você verá 25 pessoas que não sabiam como eram atrativas até passarem a cuidar delas mesmas:

01. 45 quilos de diferença entre uma foto e outra

02. “Levei dois anos e três meses para entrar em forma, mas valeu a pena!”.

03. “Meus pais se divorciaram, e eu vivi com minha avó por muito tempo. Eu vivia rodeado por mulheres, e isso fez mal para mim. Eu sofria bullying na escola, eu era obeso. Depois disso eu me mudei e entrei para a faculdade. Eu tinha medo de sofrer bullying de novo, então tentei conhecer várias pessoas, e queria ser muito comunicativo. Eu fiz amigos de verdade, e eles me ajudaram a ter um estilo de vida mais ativo. Foi assim que eu perdi peso. Agora consigo me comunicar com qualquer um”.

04. A diferença de tempo entre as duas fotografias é de quatro anos. E eu costumava não gostar da minha aparência”.

05. “Eu quando tinha 19, e agora aos 21”.

06. “Eu tinha depressão por conta da minha aparência. Eu nem mesmo sentia vontade de viver. Mas eu decidi que eu era capaz de mudar qualquer coisa, então comecei a perder peso. Agora eu corro sempre que posso. Eu me sinto bem e estou amando minha vida”.

07. “Eu não era tão gordo, só não sabia escolher muito bem o penteado”.

08. “Eu costumava ter 27kg, agora tenho 40, e continuo trabalhando em meu corpo. Eu tentei recuperar meu peso normal visitando hospitais várias vezes, mas eu sempre voltava à estaca zero novamente. Foi então que eu decidi que eu queria melhorar, e passei a trabalhar por conta própria na minha saúde. Eu ganhei peso e passei a ser mais produtiva durante o dia. Hoje posso viver por conta própria e finalmente me tornei uma adulta ‘de verdade’”.

09. “Três anos entre essas fotos. Algumas pessoas sequer acreditam que sou eu”.

10. “Quanta coisa mudou em três anos! Antes, eu nem saía muito. Eu era muito tímida. Hoje vivemos uma época em que mudar sua aparência é muito fácil”.

11. “Somente quatro anos…”.

12. “Eu comecei a ler muito. Foi assim que mudei psicologicamente e emocionalmente. Sobre a minha aparência… eu comecei a perder cabelo muito cedo. Para muitos homens, isso é uma coisa para se preocupar. Mas depois de um ano de serviço militar eu me acostumei a ser calvo, e quando voltei para casa comecei a raspar a cabeça e cultivar uma barba. Foi assim que eu me encontrei”.

13. “Tenho que admitir, não consegui perder peso por conta própria, então um profissional muito bom me ajudou”.

14. “Eu não fiz nada de especial, mas não sou mais feio”.

15. “Eu recuperei o que 20 anos de Mc Donald’s e Coca-Cola haviam destruído”.

16. “Quinze meses depois eu finalmente tenho um queixo! Agora eu faço tudo o que posso para manter meu peso”.

17. “Eu perdi 45kg e continuo malhando”.

18. “A diferença é de apenas quatro anos”.

19. “A diferença entre essas duas fotografias é de dois anos e dois meses. Eu sempre fui obesa, então decidi perder peso”.

20. “Eu pesava 150kg quando finalmente decidi perder peso. No primeiro dia parei de comer pão e açúcar e comecei a ir à academia. Eu parei de ingerir bebidas com álcool por três meses (infelizmente, voltei a beber depois disso). Na foto da direita estou com 100kg. Agora me mantenho nessa marca, e estou muito satisfeito. Mas agora tenho um novo objetivo: 80kg. Desejo a vocês boa sorte”.

21. “A diferença entre essas duas fotos é de 20 meses. Eu perdi peso e não tenho mais vergonha do meu cabelo”.

22. “Esse é o meu progresso”.

23. “Hoje tenho 25 anos, perdi 55kg e me exercito todos os dias”.

24. “Esse é o meu namorado com 16 anos e depois com 21. É difícil dizer que é a mesma pessoa”.

25. Uma mudança da cabeça aos pés

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Muito curioso e pouco ansioso, ou vice-versa. Apaixonado por comida, escrever, internet e séries e filmes de terror.