Se você conseguir resolver este enigma, você certamente é um PSICOPATA!

Existe uma coisa no mundo que a tecnologia não consegue superar: a complexidade do cérebro humano! Por mais que tentamos decifrá-lo por completo, muitas dessas tentativas acabam sendo frustradas, pois alguns comportamentos humanos ainda conseguem surpreender.

Para desintegrar certas personalidades, existem várias ‘táticas’, porém, o que se destaca é um enigma que pode revelar muito mais do que você gostaria. A psicopatia se encaixa como um dos distúrbios mais estudados até hoje, por isso, criaram este enigma para tentar ‘desmascarar’ pessoas com mentes assassinas.

A questão é bastante simples, se você conseguir decifrar este enigma, pode ser o indício de que possui tendências psicopatas. Tenebroso, não?

TENTE DECIFRAR O ENIGMA:
“Uma mulher e sua irmã se encontraram no funeral de sua mãe. Imediatamente, dita mulher notou que um homem a observava fixamente. Conversaram por várias horas e ele pareceu extremamente atrativo e incrível: ela jamais havia conhecido alguém assim. Foi amor à primeira vista; era o homem com o qual ela sempre sonhou. Mas, ao final do dia, ela o perdeu de vista. A mulher o procurou por um longo período, mas ele havia desaparecido antes de poderem trocar seus números de telefone. Dias mais tarde, a mulher apaixonada matou sua própria irmã.”

A pergunta que não quer calar é: por que a mulher matou sua própria irmã?
Analise a situação e tente responder com sinceridade, vamos para a resposta?

RESPOSTA:
Se você pensou que a mulher matou a própria irmã porque tinha a ilusão de que o desconhecido voltaria para seu velório, tenho que lhe dizer, você tem a mentalidade de um psicopata e tendências assassinas correm por suas veias. Mesmo que negue, vai se arrepiar quando souber que este teste foi aplicado em um alto número de serial killers e TODOS responderam da mesma maneira.

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Muito curioso e pouco ansioso, ou vice-versa. Apaixonado por comida, escrever, internet e séries e filmes de terror.