Fotógrafo registra imagens chocantes de Chernobyl 30 anos após o desastre. Os registros são assustadores.

Vladimit Migutin é um fotógrafo russo, nascido em 1986, mesmo ano em que uma catástrofe devastadora assombrou Chernobyl. Trinta anos depois, Miguel resolveu visitar o lugar e capturar diversas imagens com um filtro infravermelho.

Qual foi o resultado? Uma série de imagens que revelam como é que as coisas estão por lá depois do acidente, onde após o abandono dos homens, o lugar foi tomado por florestas, plantas e animais.

Quando ele tinha 5 anos, sua família saiu da União Soviética e agora, com 32 anos, decidiu visitar alguns lugares em Minsk, onde teve lindas recordações de sua infância. Com essa viagem, ele teve a ideia de visitar Chernobyl, porém, Vladimir pesquisou sobre a segurança na área e, além disso, todo o passeio foi realizado com um grupo certificado, acompanhado de um instrutor. Confira:

O lugar se tornou a morada ideal para diversas espécies…

…Não só de animais, como também de plantas e árvores…

… Há borboletas por várias partes…

… Mas ninguém hesita em visitar novamente o lugar…

… A icônica roda gigante de 26 metros de altura no parque de diversões Pripyat…

… O que já foi diversão, hoje é retrato de uma tragédia…

… Até instrumentos foram abandonados…

… Uma quadra de basquete a ver navios…

… Uma parte de uma máquina usada para limpar o telhado após a chuva quando os reatores falharam…

… Uma grande construção, que hoje só acumula poeira…

… A ferrugem toma conta de tudo…

… De tudo mesmo…

… Um mergulho no que, de fato, mudou a vida de muitas pessoas, para pior…

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.