Essa Família ficou feliz com criança adotada até que ela aprendeu inglês e confessar seus segredos.

Muitos casais esperam ansiosamente para adotar uma criança, porém, em muitos países é um processo bastante burocrático e demorado, e não são todos que conseguem realizar esse sonho. É por conta disso que muitos vão para países de terceiro mundo, pois lá todo o processo é mais rápido, famosas como Madonna e Angelina Jolie já fizeram isso, mas nenhum de seus filhos vieram da Uganda, como a menina da história que vamos falar a seguir.

Os órfãos deste país africano possuem muitas histórias tristes para contar e muitas delas só vieram a tona quando essas crianças aprenderam a língua nativa do país em que foram, já que são forçados a guardar segredos horríveis até que aprendessem a falar como é a vida na Uganda. Suas histórias não são sobre abusos, guerra fome… São ainda piores!

Osganizações sem escrúpulos surgiram para tentar lucrar com adoções. Jéssica e Adam Davis passaram por todo o processo e finalmente adotaram uma ugandense de 5 anos na European Adoption Consultants (EAC) em 2015. O casal mora em Ohio e já tinham quatro filhos, porém, tinham muito mais amor pra dar e resolveram adotar um órfão carente.

Segundo informações da EAC, o pai da menina havia morrido e sua mãe a negligenciava. Quando souberam que a menina era abusada, nunca havia recebido educação ou alimentação como deveria, o casal não pensou duas vezes e salvaram a criança de uma vida terrível.

Criança adotada revela a verdade
Após 6 meses na nova casa, o inglês da garotinha finalmente já estava melhor e ela resolveu compartilhar um segredo sombrio com Jessica. A menina já possuía uma família e vivia feliz na Uganda e, para piorar a situação, dizia sentir falta da mãe que a levava todos os dias para a escola. Jessica e Adam ficaram muito surpresos quando haviam tirado uma criança de sua tão amada família!

A triste realidade é que não foi só a família Davis que passou por essa situação, a verdadeira mãe da pequena ugandense acreditava que a garota estava sendo patrocinada pelo casal americano por no máximo dois anos. A agência de adoção golpista contou para a verdadeira família da criança que ela iria para outro país receber uma educação excelente para voltar para a casa ainda mais inteligente e em melhores condições.

Foi através de Keren Riley, dirigente do Reunite Uganda, que a menina conseguiu entrar em contato com sua verdadeira mãe, fazendo assim com que a grande farsa fosse descoberta. Milhares de mães da Uganda pensam que estão fazendo o melhor para seus filhos por acreditarem que eles irão para os Estados Unidos ter uma educação que o país pobre em que moram não oferecem, porém, a realidade é que essas crianças são vendidas para famílias que pensam estar adotando uma criança órfão que precisa de ajuda.

Jessica e Adam foram informados que, perante a justiça, eles poderiam ficar com a menina, mas como a criança sentia muita saudade de casa eles deram fim a ‘adoção’ e a pequena voltou para os braços da mãe biológica.

Foi por conta dessa história que a polícia descobriu outras organizações que praticavam o mesmo crime, e a agência EAC foi encerrada de uma vez por todas.

A garota teve a sorte de voltar para a família e contar o que aconteceu, entretanto, não são todas que possui a mesma sorte!

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Muito curioso e pouco ansioso, ou vice-versa. Apaixonado por comida, escrever, internet e séries e filmes de terror.