10 Estratégias mais utilizadas pelos aeroportos para ganhar dinheiro com os passageiros

40,4% da renda dos aeroportos globais vêm das lojas tax free e outros serviços varejistas, conforme um relatório sobre economia do Conselho Internacional de Aeroportos (ACI), e não estão errados. Há um ‘padrão’ na construção dos aeroportos, assim que você chega ao local é dirigido exatamente para onde eles querem, e nos transmitem uma sensação de conforto tão grande que muitas vezes gastamos um bom dinheiro antes mesmo do embarque.

Levando em consideração este relatório, analisamos abaixo 10 estratégias usadas pelos aeroportos para ganhar dinheiro com os passageiros.

Em contra partida, são justamente esses ‘serviços’ que nos fazem gastar dinheiro, que nos proporcionam momentos mais agradáveis, pra espera do voo não se tornar algo maçante e cansativo.

01. Eles nos levam para onde querem
Ao chegar no aeroporto você se depara com diversas placas, onde eles nos levam para onde querem que a gente vá. Por exemplo, chega em um momento que até conseguimos ver a pista, porém, para chegar no portão de embarque é preciso passar por corredores quilométricos cheios de coisas que enchem nossos olhos. Além de que, quando sentimos que estamos tendo controle da viagem (sensação essa que a orientação das placas nos transmite), ficamos mais confortáveis, ou seja, propícios a gastar mais.

02. Eles se aproveitam dos nossos hábitos naturais
Os corredores são da direita para a esquerda, com mais lojas do lado direito. Isso porque a grande maioria das pessoas são destras e enxergam mais coisas que estão à direita de seu corpo.

03. Nos deixam de bom humor
Se a pessoa está estressada ou nervosa, dificilmente ela será uma boa compradora, para isso eles fazem o possível para melhorar nosso ânimo, seja decorações, exposições, e até mesmo ambientes criados exatamente para nos fazer relaxar (e gastar mais).

04. Nos fazem sentir como se estivéssemos em casa
Mesinhas, carpetes, aquelas cadeiras extremamente confortáveis, enfim, tudo isso é feito propositalmente para nos fazer sentir como se estivéssemos em casa, inclusive objetos que parecem com os que temos em casa, e o conforto nos torna propensos a gastar mais.

05. Nos fazem acreditar que tudo é justo
Algumas filas de check in ou despacho de bagagens são longas ao extremo, porém, quando a fila é única transmite sensação de igualdade, já que você não fica olhando para lado tentando ver se a outra fila está indo mais rápido.

06. Aumentam ao máximo nosso tempo de permanência
Maiores são as chances da gente gastar dinheiro quanto mais tempo passarmos entre o controle de segurança e o embarque, para isso, os aeroportos vêm trabalhando em alternativas que tornem o check in, retirada de bagagens, controle de passagens e o sistema de segurança mais rápidos, sem contar diversas máquinas de autosserviço instaladas por toda parte.

07. Eles querem que saibamos que ainda temos tempo
Por onde você olha nos aeroportos consegue enxergar telões com horários de emparque, eles querem que todos saibamos que ainda temos tempo para fazer compras.

08. Áreas de compras desenvolvidas para promover produtos
Os aeroportos cada vez mais desenvolvem campanhas e ações para divulgar alguns itens para venda, eles desejam nos causar a sensação de que determinado produto só pode ser comprado ali, naquela hora.

09. Nos obrigam a jogar fora água e outros líquidos para depois venderes as mesmas coisas a um preço mais alto
Tudo é por uma questão de segurança, mas todos nós sabemos que as comidas e bebidas nos aeroportos têm preços super elevados, justamente para nos fazer comprar.

10. Ganham dinheiro até com nossos amigos e parentes
Eles sempre querem que a gente gaste mais, e isso se estende para amigos ou parentes que ficam nos esperando na hora do desembarque ou embarque, por isso, sempre há lojas ou máquinas de autosserviços nesses lugares.

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Muito curioso e pouco ansioso, ou vice-versa. Apaixonado por comida, escrever, internet e séries e filmes de terror.