Apresentadora diz que cabelo de Ludmilla parece ‘bombril’ e leva a pior

Muitas pessoas pensam que por terem o direito de livre expressão, podem sair falando o que quiserem por aí, isso engloba vários preconceitos, entre eles o racismo, por isso vamos relembrar uma história que aconteceu há dois anos atrás para que quem passa por esse tipo de problema, não tenha medo de se proteger dentro da lei.

Ludmilla sentiu na pele o racismo por conta da socialite Val Marchiori, que durante a exibição do Carnaval na RedeTV, em 2016, disse que a cantora, que era musa da Salgueiro, estava lindíssima, porém, com o cabelo parecendo bombril.

As palavras ditas por Val foram exatamente essas “Hello! Esse cabelo dela está parecendo um bombril!”.

Na época, Ludmilla usou sua página no Instagram para comentar sobre o caso: “Hoje, ao viajar pro Pará pra fazer um show vim refletindo no avião. Quem é essa pessoa? O que eu fiz pra ela? O que ela fez pra chegar onde ela está? E vi que não valia a pena ficar com raiva dela, nem bater boca nas redes sociais. Tenho consciência de tudo que passei pra chegar aqui, vim de baixo SIM, mas lutei MUITO pra chegar onde estou e o mais importante, com um trabalho digno e honesto e com o apoio de toda a minha família e amigos que tenho orgulho de tê-los comigo sempre! Tenho muito orgulho da minha raça e não vai ser qualquer pessoa que vai me colocar pra baixo por puro preconceito , SER CHIQUE É TER VALOR E NÃO PREÇO. Muito obrigada a todos que responderam em minha defesa”, comentou.

Quando percebeu toda a repercussão negativa do que disse, Val até tentou se desculpar usando seu blog pessoal alegando que havia sido mal interpretada: “a gente acaba falando a mais”.

Ludmilla não se convenceu das desculpas e entrou com uma ação contra a loira, na 3ª Vara Cível da Ilha do Governador, e ganhou, Val Malchiori foi condenada a indenizar Ludmilla em 10 mil reais por conta de um comentário infeliz que fez.

Confira no vídeo abaixo o momento da declaração:

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.