Audi anuncia gasolina sintética que não necessita do petróleo

Já está em produção o primeiro lote da gasolina sintética E-benzin, que substitui o petróleo tradicional, porém, a grande diferença está na quantidade de poluentes nocivos ao meio ambiente, onde a E-benzin produz uma quantidade muito menor.

A montadora alemã informa que o combustível foi criado com a ajuda do Departamento Global de Bioenergias e tem em sua composição enxofre e benzina, o que torna limpo. Além disso, o que garante o bom desempenho do automóvel que utilizar esse combustível é o octano, que aparece em um índice alto.

Reiner Mangold, chefe de produto e desenvolvimento sustentável da Audi, informou ao EcoDesenvolvimento que essa criação é um grande passo na estratégia de combustível: “A Audi já está produzindo quantidades maiores de E-gas (metano sintético) em escala industrial para os clientes e temos outros projetos de pesquisa como o e-etanol, o e-diesel e o e-benzin”, afirmou.

Entretanto, no processo de criação do E-benzin, ainda é utilizado biomassa (biocombustíveis criados a partir de colza), óleo de girassol, ou milho. Porém, eles informam que o próximo passo é a eliminação total dessa biomassa na produção do combustível. Onde sua composição contará apenas com água, hidrogênio, dióxido de carbono e luz solar.

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.