Drone sobrevoou o topo do Vulcão de Fogo logo após ele entrar em erupção e encontrou isso

O Vulcão do Fogo, na Guatemala, mostrou a força absoluta e operante da natureza.

No dia 03 de junho o vulcão liberou uma violenta erupção, lançando uma avalanche de rochas e cinzas; Até 14 de junho, 110 pessoas perderam a vida e mais de 200 desapareceram.

Uma semana após a erupção, o fotógrafo profissional e residente local Jozef Stano enviou um drone ao topo do vulcão para capturar uma das primeiras imagens e seus arredores após a erupção.

Confira o vídeo:

Josef Stano usou um drone que pode ser operado a mais de seis quilômetros de distância para investigar o vulcão ainda fumegante.

Embora ele temesse que o drone fosse destruído devido à alta carga de gases tóxicos, cinzas e pedras do entorno, o drone sobreviveu. Mas é claro que não estava completamente limpo, porque as cinzas de rocha abundantes exalavam fortemente da boca do vulcão durante o percurso.

Mas graças a essa tecnologia, podemos apreciar de perto essas impressionantes montanhas mortais.

O que você achou? Compartilhe o post com seus amigos!

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao amplo público brasileiro. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para o Sociologia Líquida, Explicando, Segredos do Mundo, Área de Mulher, Criatives, Razões para Acreditar e Feedty. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.