Essa raposa era tão dócil que foi tirada da natureza para viver com humanos

A natureza é muito selvagem, e não são todos os animais aptos a viver nela, sendo que é mais seguro estar ao lado dos humanos (claro, que cuidam e prezam pelos bichos). Este é o caso de Pudding (pudim, em português), um filhotinho de raposa dócil demais para a natureza.

Pudding foi encontrada em um clube de raposas de Yorkshire, que tem como nome The National Fox Walfare Society, este grupo é responsável por resgatar, cuidar e reabilitar raposas feridas, dentre outros animais.

Por lá, toda raposa, quando totalmente recuperada, é devolvida para a natureza, entretanto, não foi isso que aconteceu com Pudding.

Assim que a encontraram, os planos era fazer com ela o mesmo que fazem com todos os outros: reabilitá-la para devolver ao seu habitat natural. Quando eles estavam quase colocando-a de volta no mesmo cercado em que a acharam, uma árvore caiu e bloqueou a entrada.

Por conta disso, Pudding precisou passar um tempo a mais dentro de casa enquanto todos trabalhavam na remoção da árvore. Essa ação demorou um tempo, e quando finalmente conseguiram deixar a passagem liberada já era tarde demais: Pudding havia se tornado dependente de seus companheiros humanos.

O grupo até tentou integrá-la em uma ninhada de raposas, mas não deu certo, o animal se familiarizou com os seres humanos e ela mesma decidiu que pertencia aquela casa, e não mais à natureza.

Vendo que não tinha como aquele animal voltar para a vida selvagem, eles tiveram uma ideia: deram para ela um emprego. Agora, Pudding é a embaixadora oficial do grupo e estampa todos os produtos do clube (camisetas, canecas, dentre outros).

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.