Essa raposa era tão dócil que foi tirada da natureza para viver com humanos

A natureza é muito selvagem, e não são todos os animais aptos a viver nela, sendo que é mais seguro estar ao lado dos humanos (claro, que cuidam e prezam pelos bichos). Este é o caso de Pudding (pudim, em português), um filhotinho de raposa dócil demais para a natureza.

Pudding foi encontrada em um clube de raposas de Yorkshire, que tem como nome The National Fox Walfare Society, este grupo é responsável por resgatar, cuidar e reabilitar raposas feridas, dentre outros animais.

Por lá, toda raposa, quando totalmente recuperada, é devolvida para a natureza, entretanto, não foi isso que aconteceu com Pudding.

Assim que a encontraram, os planos era fazer com ela o mesmo que fazem com todos os outros: reabilitá-la para devolver ao seu habitat natural. Quando eles estavam quase colocando-a de volta no mesmo cercado em que a acharam, uma árvore caiu e bloqueou a entrada.

Por conta disso, Pudding precisou passar um tempo a mais dentro de casa enquanto todos trabalhavam na remoção da árvore. Essa ação demorou um tempo, e quando finalmente conseguiram deixar a passagem liberada já era tarde demais: Pudding havia se tornado dependente de seus companheiros humanos.

O grupo até tentou integrá-la em uma ninhada de raposas, mas não deu certo, o animal se familiarizou com os seres humanos e ela mesma decidiu que pertencia aquela casa, e não mais à natureza.

Vendo que não tinha como aquele animal voltar para a vida selvagem, eles tiveram uma ideia: deram para ela um emprego. Agora, Pudding é a embaixadora oficial do grupo e estampa todos os produtos do clube (camisetas, canecas, dentre outros).

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Muito curioso e pouco ansioso, ou vice-versa. Apaixonado por comida, escrever, internet e séries e filmes de terror.