Jovem cria desenhos assustadores das suas alucinações para lidar com a esquizofrenia

Esquizofrenia, um transtorno mental muito complexo onde quem sofre dessa doença não consegue distinguir o que é real ou não, pois passa por muitos delírios, confusões mentais, dentre outros problemas que a esquizofrenia causa.

Fatores genéticos estão ligados à causa desse distúrbio, atrelado com variáveis ambientais/comportamentais, não há uma cura 100% efetiva para a esquizofrenia, mas ela pode ser controlada através de tratamentos e medicamentos.

Hoje vamos falar de Kate, uma jovem de 18 anos que foi diagnosticada com a doença em 2016 e desde lá resolveu tentar por pra fora toda angústia que sente através de desenhos que exprimem seus sentimentos diários.

Apesar de tudo, Kate diz que se sente inserida na sociedade: “O que eu vivo não é fácil e pode ser debilitante, mas eu não estou vivendo nas ruas gritando sobre abduções alienígenas. Isso não quer dizer que não há pessoas lá fora em situação grave – há. No entanto, também há pessoas como eu que apenas ficam em casa a maior parte do tempo escondidas no seu quarto. É um espectro de sintomas com diferentes graus de gravidade”, contou.

A arte tem sido como uma fuga, um modo consciente de mostrar tudo o que sofre, e compartilha todas as imagens em seu perfil no Instagram, pra fazer com que outra pessoas sintam, mesmo que pouco, o que ela passa.

Uma das alucinações de Kate

Tentando definir um de seus pensamentos quando entra em crise

Ela enxerga olhos vivos

Como também essa criatura, que ela vê andando pelo teto

Ela diz que se sente inútil, e se compara com uma mosca

Já ouviu vozes mandando-a incendiar tudo

As vezes, este pássaro imaginário canta pra ela

Os delírios podem remeter à sua própria imagem. Nesta, por exemplo, ela retratou o que viu quando estava de frente ao espelho

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Muito curioso e pouco ansioso, ou vice-versa. Apaixonado por comida, escrever, internet e séries e filmes de terror.