Cientistas divulgam imagens aterrorizantes de criaturas encontradas a 5km abaixo do nível do mar – confira as fotos

Você não precisa ir ao espaço para explorar lugares que nenhum homem jamais esteve. Recentemente, uma equipe internacional de cientistas fez a primeira expedição do tipo com a intenção de explorar a biodiversidade marinha nas águas abissais da costa leste da Austrália.

A zona abissal é uma camada do oceano a profundidades de 13.000 a 20.000 pés (4.000 a 6.000 metros). Esta zona permanece em escuridão perpétua. A temperatura lá é de cerca de 2° C) e é um ambiente muito limitado de alimentos. “O abismo é o maior e mais profundo habitat do planeta, cobrindo metade dos oceanos do mundo e um terço do território da Austrália, mas continua sendo o ambiente mais inexplorado da Terra”, disse o curador sênior do Museu Victoria, Tim O’Hara, na partida da viagem.

Os pesquisadores dividiram-se em dois turnos (02:00-14:00h e 14: 00-2:00h). Enviando seus equipamentos a quase 6.000 metros de profundidade, eles transportaram mais de 100 espécies diferentes a bordo de seu navio, o Investigador. Cinco deles são espécimes totalmente novas, autênticas descobertas científicas!

O processamento da captura envolvia separar diferentes espécies, fotografar os espécimes exóticos para registrar suas cores, extrair amostras de músculos para análise de DNA e assim por diante. O ictiólogo John Pogonoski, da Commonwealth Scientific and Industrial Research Organization (CSIRO), afirmou que eles várias horas processando as amostras. Segundo ele, a viagem é nada menos que “uma ciência de fronteira” que sem dúvida aumentará nossa compreensão do fundo do mar.

Os cientistas ainda estão ocupados preservando as descobertas de museus ao redor do mundo. Eles estarão disponíveis para pesquisa no futuro também. Enquanto todos estão esperando pelo evento promovido pela CSIRO, onde os nomes para essas criaturas sem rosto serão dadas, role para baixo e confira alguns dos mais assustadores e exóticos de toda a gangue submarina!

# 1 – Caranguejo Espinhoso Vermelho

Este caranguejo espinhoso vermelho brilhante ostenta uma armadura de espinhos que o protegem dos perigos das profundezas. Estes não são realmente verdadeiros caranguejos, mas se parecem bastante com caranguejos eremitas.

# 2 – Verme do amendoim

O verme do amendoim (Sipuncula) é um verme do fundo do mar que se assemelha a um falo. Quando ameaçados, eles podem contrair a cabeça longa para dentro, se parecendo mais com um amendoim. Eles podem se reproduzir sexualmente e assexuadamente.

# 3 – Esponja de Vidro

Essas incríveis esponjas de vidro têm um esqueleto feito de uma rede de filamentos de sílica, alguns dos quais podem ter até um metro de comprimento. Elas se alimentam peneirando bactérias e outros organismos unicelulares da água passando suavemente sobre sua delicada carcaça de vidro.

# 4 – Peixe-caixão

Este misterioso peixe de águas profundas, com seus olhos azulados e pés vermelhos, pertence ao “grupo do tamboril”. É potencialmente uma nova espécie.

# 5 – Tubarão Cortador-de-Biscoito

Este desagradável tubarão bioluminescente, com seus dentes serrilhados bem organizados, habita a “zona crepuscular” oceânica em profundidades de até 1.000 metros. Ele ataca grandes peixes, baleias, golfinhos e um infeliz nadador humano ocasional, agarrando-os antes de arrancar pedaços de carne do tamanho de bolinhos.

# 6 – Peixe Lagarto

Ser o predador dominante das profundezas não é fácil: à profundidades de 1000-2500 metros há pouca comida, então os peixes-lagarto são escassos em número, ao passo que precisam ser eficientes com o pouco recurso que têm disponível.

# 7 – Peixe Blob

Este peixe blob foi coletado a uma profundidade de 2,5 quilômetros de New South Wales. Tem carne macia e aquosa e é um predador de emboscada que fica quieto no escondido na areia, esperando por presas desavisadas passarem.

# 8 – Peixe ‘sem rosto’

Sem olhos, o peixe “sem rosto” foi encontrado a quatro quilômetros abaixo da superfície. A espécie foi coletada pela primeira vez no norte do Mar de Coral, mais de 140 anos atrás, durante a viagem do HMS Challenger, a primeira expedição oceanográfica de volta ao mundo do mundo. Foi redescoberto na Austrália depois de mais de um século.

# 9 – Corallimorph

Estes organismos de corais pertencem ao mesmo grupo das anêmonas, medusas, corais duros e outras criaturas tentaculares do mar.

# 10 – Estrela Quebradiça

A estrela quebradiça pode ser encontrada do outro lado do mundo, na Sibéria, no norte, até a Antártida, no sul, mas não sabemos quase nada sobre elas.

# 11 – Polvo Dumbo

Os polvos Dumbo agitam suas nadadeiras parecidas com orelhas, assim como o personagem da Disney com o mesmo nome, exceto que este animal bate suas nadadeiras para deslizar graciosamente pelo profundo abismo escuro.

# 12 – Verme Zumbi

Os vermes zumbis (Osedax) são comumente encontrados nos restos decaídos das baleias no fundo do oceano, enterrando-se em seus ossos para alcançar o sustento interno. Sem bocas, vísceras ou ânus funcionantes, eles têm bactérias que digerem os restos mortais para eles.

Compartilhe o post com seus amigos!

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 19 anos, é Web Designer e Criador de Conteúdo do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.