Mestre de obra? Esse caranguejo está conquistando as pessoas por conta da sua habilidade humana.

No vídeo a seguir vemos um caranguejo apressadamente fechando sua casinha de areia.

Acabou viralizando no Reddit, nos mostrando uma habilidade dos caranguejos que talvez muitos de nós não conhecíamos até então.

Confira o vídeo:

Sobre os caranguejos

Os caranguejos são crustáceos decápodes da infraordem Brachyura, que normalmente têm uma “cauda” muito curta (abdome), geralmente totalmente escondida sob o tórax. Eles vivem em todos os oceanos do mundo, na água doce e também sob terra firme, geralmente são cobertos por um exoesqueleto grosso e têm um único par de garras. Muitos outros animais com nomes semelhantes – como caranguejo-eremita, caranguejo-rei, caranguejo de porcelana, caranguejo-ferradura e piolho-caranguejo não são verdadeiros caranguejos.

Cerca de 850 espécies de caranguejo são espécies de água doce, terrestres ou semi-terrestres; elas são encontradas em todas as regiões tropicais e semi-tropicais do mundo. Eles foram anteriormente considerados como um grupo monofilético, mas acredita-se que eles representem pelo menos duas linhagens distintas, uma do Velho Mundo e outra do Novo Mundo.

Os primeiros fósseis de caranguejos não ambíguos datam do Jurássico,  embora o Carbonocarcino Imocaris, conhecido apenas pela sua carapaça, possa ser um caranguejo primitivo.

Dimorfismo

Os caranguejos frequentemente mostram um dimorfismo sexual acentuado. Os machos geralmente têm garras maiores, uma tendência que é particularmente vista nos caranguejos violinistas do gênero Uca (Ocypodidae). Nos caranguejos violinistas, os machos têm uma garra avantajada que é usada para comunicação, particularmente para atrair um parceiro.

Outra diferença notável é a forma do pleon (abdome); na maioria dos machos, ele é estreito e triangular, enquanto as fêmeas têm um abdômen mais amplo e arredondado. Isso ocorre porque as fêmeas de caranguejos fertilizam os ovos em seus Pleópodes.

Compartilhe o post com seus amigos!

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao amplo público brasileiro. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para o Sociologia Líquida, Explicando, Segredos do Mundo, Área de Mulher, Criatives, Razões para Acreditar e Feedty. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.