Boneca? Conheça a história de Valeria Lukyanova e o que levou ela a se tornar uma ‘Barbie Humana’

A boneca Barbie é uma febre entre as meninas, entretanto, é considerada por muitos como influenciadora de padrões de beleza irreais, já que muitas garotas acreditam que ser como a Barbie é ser linda, tentando seguir aquele esteriótipo: cinturinha fina, busto grande, pernas longas e os cabelos loiros e brilhantes. Entretanto, teve uma menina na Ucrânia, chamada Valeria Lukyanova, que levou isso a sério demais e resolveu se transformar na boneca em que tanto é fã.

Ela, desde pequena sempre teve uma infinita coleção da Barbie, mas, ao contrário da maioria, nunca brincou com elas, sempre teve aquela boneca como inspiração de como queria ser quando adulta, ela cresceu, a infância acabou, mas, esse desejo, não!

Os pais de Valeria achavam que a menina era como qualquer outra, ele, pedreiro, e a mãe, soldada russa, sempre que podiam presenteava a filha com uma Barbie. Foi então que no ano de 2014, Ucrânia e Rússia estavam em pé de guerra e Valéria resolveu se mudar para fugir dessa situação e acabou indo parar no México, um lugar pouco comum entre os ucranianos.

O começo de tudo
Valeria cresceu vendo os pais trabalhando muito para conseguir sustentar a família, foi aí que decidiu que não teria um trabalho convencional, então, jovem, bonita, e com o corpo magro, a melhor opção para ela seria se tornar modelo. E não é que deu certo?

Se engana quem pensa que a jovem virou a Barbie humana do dia para noite, quando resolveu ser modelo, chamou muita atenção por ser naturalmente bela, que mesmo com alguns procedimentos cirúrgicos, seu rosto não ficou com aparência diferente do que era, o que lhe rendeu o título de Miss Diamond Crown Mundial 2007. Porém, seus traços já estavam bastante assemelhados com os da boneca que ela é fã desde garotinha!

Ela conta que o primeiro deles foi implantar silicone, já deixando seu busto bastante parecido com os da Barbie, foi esse o pontapé inicial para que a sua obsessão crescesse cada vez mais. Depois, conforme ela publicava suas fotos, foi notado que sua cintura estava absurdamente fina, com incríveis 48 centímetros de circunferência, o que deixou explícito que ela havia retirado algumas costelas.

Valeria revela, orgulhosa, que ela come muito pouco, e tudo que ingere é em forma líquida, além disso, para manter o corpo, é obrigada pela própria obsessão a malhar várias horas por dia, entretanto, ela levou essa história adiante e fez algo mais extremo, que pode deixar qualquer um surpreso.

Tudo pela beleza
Por algum tempo, ela tentou viver na base da fotossíntese, que é exatamente o que parece. Lukyanova tentou viver apenas de luz do sol e o ar. Não foi de surpreender que não funcionou direito. Ainda assim, ela diz que quer tentar novamente. O pedido não é tão estranho quando você considera algumas das outras coisas estranhas que essa “Barbie humana” disse.

Ao contrário dessa dieta louca baseada na fotossíntese, Valeria tenta a todo custo evitar a luz e tira fotos na praia somente para exibir suas curvas aos seus seguidores, já que ficar bronzeada não é um de seus objetivos, ela prefere manter a pele fofa e bastante clara.

Valéria tem uma irmã mais nova, Olga, que assim como as caçulas das famílias, tem a irmã mais velha como inspiração e deseja ser como ela, mas, mesmo Valéria tendo um estilo único de vida, será que Olga seguiu os seus passos? Sim, ela fez dieta, pintou os cabelos de loiro, tudo para ser como a irmã.

Atualmente, Olga mudou seus pensamentos, ela diz que não quer ser como Valéria, mas sim, tem a irmã como um exemplo. Olga ainda afirma que não enxerga a mais velha das Lukyanova uma Barbie, pois ela considera essa palavra relacionada à mulheres lindas, porém desprovidas de inteligência, e Olga confirma que Valéria é muito mais do que isso.

Durante o Halloween de 2014, Valeria sofreu um ataque que quase não saiu viva dele, foi brutalmente abordada por dois assaltantes que a perfuraram e estrangularam sem dó, até que um vizinho viu a cena, interviu. A Barbie humana foi levada para o hospital e sua noite não terminou como ela gostaria.

Os ataques e a vida atual
Além disso, é comum a menina sofrer bullying nas redes sociais, pessoas fazem comentários que afetam a auto-estima de qualquer um, porém, Valeria afirma já estar acostumada e saber como lidar com esse tipo de situação. “Eu entendi que a mídia só está interessada no que é negativo”, afirma a jovem, que conclui: “Mostre sempre alguém com uma energia ruim, exponha os erros de alguém”.

Valeria afirma não ter vindo desse planeta e há anos estuda sobre espiritualidade, dizendo que deseja compartilhar seu conhecimento espiritual com o mundo. Atualmente, a Barbie Humana está bem, continuando a compartilhar sua vida na internet, tem fãs que querem ser como ela e possui planos para o futuro, afirmando que ser uma Barbie é o que faz com que a vida dela tenha sentido.

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.