Homem faz alerta emocionante sobre lavar as mãos ao tocar um recém-nascido após ver sua filha morrer

Quando Mallory, a filha de Jeff Gober nasceu, ele e sua esposa só tinham motivos para comemorar, a neném era linda e muito saudável, mas, após uma semana do nascimento, os pais da garotinha descobriram que ela pegou uma infecção devastadora, e ao longo das próximas duas semanas só viram o caso clínico da filha piorar.

“Demorei mais de um mês para escrever isso, mas se algum bem pode vir de sua morte e impedir que outra pessoa experimente a mágoa, então eu seria negligente em não fazer um esforço”, foram essas as palavras de Jeff, ao tentar alertar outros pais sobre como é importante lavar as mãos antes de tocar um recém-nascido.

Isso aconteceu porque a pequena Mallory contraiu o Herpes Simplex Virus-1 (HSV-1), virus de alto nível contagioso que causa herpes labial e úlceras genitais. O vírus é bastante comum, entretanto, são poucas pessoas que têm sintomas aparentes.

Um dado assustador que mostra isso é o da Organização Mundial da Saúde, onde foi levantado que no ano de 2012, 3,7 bilhões de pessoas com idade inferior a 50 anos tiveram infecção pelo vírus, o que equivale a 67% da população mundial.

Essa condição apresenta extremo risco para os recém-nascidos, principalmente para aqueles em que o sistema imunológico não foi todo desenvolvido. Jeff explica que a pequena Mallory nunca teve contato com ninguém com ferida ativa, por isso fez o alerta sobre lavar as mãos antes de encostar em um bebê.

Ele diz: “Mallory não conseguia tirar as mãos da boca e dos olhos e estava constantemente sugando os dedos, por isso é quase certo que o vírus tenha ficado em suas mãos em algum momento. É possível ser contagioso mesmo sem uma ferida ativa. Se você tem um bebê novo, ou estará perto de um, lave as mãos. Muitas vezes. Se alguém quiser segurar seu bebê, lembre-se de lavar as mãos primeiro. Depois, faça-o de novo”.

A postagem do homem recebeu milhares de compartilhamentos no Twitter.

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.