20 verdades que alguém deveria ter te contado sobre virar adulto

Se aprendemos alguma coisa com os filmes “Quero ser Grande” e “De Repente 30” é que a vida adulta nem sempre é o que parece. Sim, você pode comprar coisas aleatórias, como um trampolim ou uma barra de strip-tease para o seu apartamento e ficar acordado o quanto quiser quando for adulto, mas o que ninguém lhe disse é que eventualmente o apelo desse tipo de liberdade começa a se desgastar rapidamente.

Muitos de nós (bem, exceto alguns Peter Pans) estávamos desesperados para chegar à idade adulta e sair logo da infância porque não tínhamos noção do que essa nova realidade implica. Abaixo estão vinte verdades que ninguém te contou sobre virar adulto:

1. (Seu) consumo exagerado de doces e guloseimas voltarão um dia para te assombrar.

Uma dieta mal equilibrada, aliada ao excesso de guloseimas e doces, e carente de alimentos saudáveis, como frutas, verduras e cereais vão cobrar a conta quando você estiver na casa dos 40.

2. Fica cada vez mais difícil acompanhar os jovens conforme você envelhece.

Claro, você ainda é jovem. Mas lembra quando você era adolescente e apresentava uma novidade para a sua avó e ela encarava aquilo como um bicho de sete cabeças? Imagine o inverso. À medida que você fica mais velho e super ocupado com sua carreira e com a própria vida, percebe que é muito difícil acompanhar tantas novidades e tecnologias, que surgem à todo momento.

3. Ser um adulto não significa que você sabe o que quer ser

Quando éramos crianças, parecia que os adultos sempre sabiam muito bem qual futuro seguir com relação às suas carreiras. No entanto, quando você se torna um adulto, percebe que é muito raro que as pessoas saibam exatamente o que querem fazer depois da faculdade. Às vezes você trabalha duro em uma carreira só porque “funciona por enquanto”. Se você tiver sorte, encontrará seu chamado, mas isso pode levar muitos anos pós-idade adulta. Encarar isso serenamente – enquanto ainda trabalhamos para chegar lá – é um dos maiores desafios que você encontrará em sua vida adulta.

4. Fazer e manter amigos não é tão fácil

A partir do momento em que você começa a escola, fazer amigos é um dos seus projetos mais importantes. Isso geralmente é o caso também na faculdade. Mas quando você atinge a idade adulta, essas amizades que antes eram tão fáceis de manter e importantes podem começar a cair no esquecimento, mesmo neste mundo de conectividade constante.

O trabalho tornará mais difícil acompanhar as pessoas que não estão no seu círculo social mais próximo e, quando você começa a ter uma família, fica ainda mais complicado. Felizmente, algumas coisas legais acontecem nesse meio tempo: você começa a valorizar o tempo sozinho; aprende a confiar em seus próprios gostos e opiniões tanto quanto os demais; e aprende que a companhia de uma pessoa que recebe você é muito mais valiosa do que horas com pessoas que por acaso gostam de ir aos mesmos bares que você.

5. Ainda assim, você vai se importar com o que as pessoas pensam

Sua professora mais legal do ensino fundamental ou médio provavelmente lhe disse uma vez que, embora a opinião de seus colegas sobre você parecesse ser muito importante, ela não seria mais tarde.

Ela não estava mentindo para você, mas talvez estivesse sendo otimista demais. Não importa o quão confiante uma pessoa se torne, frequentemente se comparará com outras pessoas e se perguntará como você se depara com elas. Isso não vai mais paralisar ou consumir você como antes, quando tinha 13 ou 14 anos, mas vai te incomodar de vez em quando. Pelo menos enquanto houver o Instagram, e você estiver nele…

6. Você se sente muito cansado(a), sim.

Sim, você constantemente se sentia cansado(a) quando criança e adolescente, mas nada disso se compara ao cansaço dos adultos. Este é o tipo de cansaço em que o sono é tão precioso que você provavelmente abriria mão de qualquer coisa só para dormir umas horinhas extras.

7. Seus pais se tornam gente como a gente.

Quando você se torna um adulto, percebe que seus pais são pessoas normais e falhas, como qualquer outra. Eles não apenas não podem te controlar mais, eles também não têm todas as respostas. Eles (felizmente) não são as pessoas irritantes e embaraçosas que achava que eram quando você era adolescente. Quando você se torna um adulto, os vê como eles são de fato, nem um pouco a mais nem a menos. Isso é assustador, mas ao mesmo tempo, muito legal.

8. Você pode se sentir perdido muitas vezes durante o dia.

Fatura do cartão de crédito? Crédito rotativo? Cheque especial? Hipoteca? Impostos? São coisas demais para lidar; parecem que te obrigam a de repente (e magicamente) ser um especialista em todas as contas chatas e entediantes que envolvem a idade adulta.

Faça um favor a si mesmo e eduque-se sobre esses assuntos. Tenha um consultor financeiro, um contador ou um amigo entendedor do assunto. Facilite sua vida.

9. Você não vai se sentir como um adulto quando de fato se tornar um.

Quando as pessoas te chamam de “senhor/a”, você se vira e procura outra pessoa? Embora muitos de nós já sejamos adultos há algum tempo, ainda não nos sentimos assim. Há uma constante descrença de que sejamos de fato adultos, apesar da idade e do corpo não mentirem.

10. Você não é invencível.

Você pode ter ótimas lembranças da época que andava de skate e praticava kickboxing, e pode se divertir em mostrar as cicatrizes que guardou ao longo do caminho, mas quanto mais você envelhece, menos seu corpo será capaz de se recuperar das idiotices exuberantes da juventude. Você vai ter que escolher melhor suas batalhas. Só porque você pode saltar do telhado da casa para a garagem não significa que você deveria.

11. Paciência é uma virtude.

Vivemos em um mundo que permite apenas curtos períodos de atenção e limita severamente a capacidade de uma pessoa ser paciente, mas quanto mais você for capaz de esperar pelas coisas boas da vida, melhor elas serão. Desacelere.

12. Você é responsável por si mesmo.

Uma realidade chocante que muitas pessoas precisam encarar sobre o crescimento é que todas as pequenas coisas que você deu como certo quando criança exigem um esforço real de sua parte. Quando uma lâmpada queima, não haverá magicamente uma nova esperando na gaveta da cozinha. Você realmente tem que sair e comprar uma. O mesmo se aplica à comida, remédios e roupas.

13. Seu metabolismo é mais lento.

Além de não ser capaz de curar a si mesmo tão prontamente, seu corpo se tornará menos eficiente em transformar comida em energia e armazenará mais gordura. Só porque você passou pelo ensino médio e pela faculdade comendo muito McDonald’s, não significa que você conseguirá fazer isso para sempre. Aprenda a cozinhar algumas refeições saudáveis. Correr regularmente. Seu corpo te agradecerá.

14. Você vai trabalhar para/com pessoas que odeia.

Outro ótimo lugar para aplicar toda a paciência que aprendemos alguns pontos atrás é no local de trabalho. Não importa o que você faça, não importa aonde vá, pessoas que você não gosta vão te encontrar. Elas terão um péssimo senso de humor ou não terão nenhum senso de humor algum. Serão mesquinhos, rancorosos e vingativos. Faça o seu melhor para não deixá-los minar sua positividade ao longo da rotina de trabalho.

15. Seus interesses vão mudar.

Você vai se tornar uma pessoa que a sua versão do ensino médio iria tirar sarro impiedosamente. É uma das coisas mais sutis e surpreendentes sobre crescer, e eventualmente você vai se ver assistindo a um show sobre pessoas comprando uma casa e você estará comentando com interesse genuíno sobre o material que a cozinha é feita e sobre o nivelamento do banheiro. É melhor simplesmente aceitar isso. É mais divertido do que parece.

16. O mundo não vai desacelerar para você.

Outra dura verdade sobre o mundo é que ele se move rapidamente. A marcha do progresso exige que todos nós puxemos nosso peso e, se você não conseguir se livrar dos maus hábitos que aprendeu na escola, não haverá ninguém para garantir que você acompanhe o fluxo.

17. A maioria das pessoas tem medo da imaginação.

Eles se desataram por completo da criança antiga. Não se acham “inventivas”. Gostam das coisas “do jeito que elas são”.

18. Seu sonho não importa para mais ninguém.

Algumas pessoas podem se interessar. Alguns podem apoiar você na sua missão. Mas, no final do dia, ninguém vai se importar com seu sonho tanto quanto você.

19. Você terá menos tempo livre.

Uma das grandes injustiças do mundo em que vivemos é que, como adolescentes, temos tempo ilimitado para realizarmos aventuras épicas, mas não temos dinheiro para financiar essas aventuras e, como adultos, temos dinheiro para fazer o que queremos, mas não tempo para o fazer. Aproveite o dia sempre que possível e não se torne um workaholic. A vida é sobre relacionamentos e experiências, embora o mundo tente fazer com que você esqueça isso.

20. As coisas ficarão monótonas.

Uma das armadilhas mais fáceis de cair quando adulto é a rotina. Obviamente, é importante e até mesmo divertido saber exatamente o que fazer no dia seguinte, mas não deixe sua vida ficar muito chata. Você terá que fazer um esforço consciente para procurar novas coisas e apimentar as coisas. A inércia é algo difícil de superar, mas vale a pena quando você faz isso.

Compartilhe o post com seus amigos!

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 19 anos, é Web Designer e Criador de Conteúdo do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.