24 Imagens chocantes mostram como é a vida de crianças que são obrigadas a se casar

O Brasil não é nenhuma maravilha do mundo e está passando por sérios problemas, não podemos fechar nossos olhos, ainda mais em época de eleição, onde tudo se torna mais evidente. Porém, mesmo sendo realistas, temos a certeza de que existem lugares no mundo que passam por problemas muito piores que o nosso.

Vamos pegar a Índia como exemplo, um dos países mais retrógrados que temos conhecimento, tudo isso porque por lá, mulheres muito novas, até mesmo crianças, já são consideradas aptas para casar, eles acreditam que após a primeira menstruação, elas já são ‘moças preparadas’.

Na idade da primeira menstruação, as meninas ainda são muito novas, deveriam focar em brincar, estudar, porém, por lá elas são obrigadas a arcar com responsabilidades e deveres de uma mulher adulta, o que é totalmente cruel.

A Índia não é o único país do mundo a aceitar matrimônios infantis, porém, é lá que acontecem 40% desses casos. As leis são contra essa prática, mas, boa parte do população considera esses casamentos com crianças como parte da cultura legal. O processo é o seguinte: logo ao nascer, essas garotas já são prometidas para homens muito mais velhos.

E se você já está achando tudo isso um horror, pasme: Os matrimônios infantis ocorrem até mesmo nos Estados Unidos. Apesar das leis estadunidenses proibirem estritamente o casamento de menores de 18 anos, cada Estado possui suas próprias regras, e uma série de exceções culturais e religiosas permitem que alguns matrimônios dessa natureza ainda ocorram.

Ainda falando sobre Estados Unidos, na Flórida não existe uma idade mínima para se casar, como foi o caso de Sherry Johnson, que com 11 anos viu-se obrigada a se casar com seu violentador.

A triste notícia é que os números de casos de matrimônios com crianças não está diminuindo, muito pelo contrário, de acordo com os últimos dados da Unicef, essa prática está em ascendência na África, e pode levar até 100 anos para que seja extinta do continente.

Essas meninas são obrigadas a ter uma vida de adulta…

… Perdem estudos, oportunidades, perdem a inocência!

Não, não são daminhas de honra, ELAS SÃO AS NOIVAS

Infelizmente, essa prática está longe do fim, que Deus proteja essas meninas!

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.