25 fotos épicas do Festival Burning Man 2018, a festa mais insana e radical do mundo

O que antes era um festival genuinamente alternativo, baseado em princípios de inclusão, desmercadorização, autoconfiança e esforço comunitário, fundado em 1986, o Festival Burning Man mudou um tanto com os passar de 30 anos.

Para participar da grande festa, o afortunado turista deve desembolsar em média US$ 1500 (R$ 6225) ao longo dos dias; claro, um valor necessário para “escapar do capitalismo”, afim de conviver com algumas mentes brilhantes do Vale do Silício e bilionários pseudo-boêmios que adoram marcar presença no festival.

Claro, ainda há um grande número de pessoas que participam do evento abraçando seu verdadeiro espírito e essência – além disso, as instalações e eventos são bastante surpreendentes e a atmosfera do lugar é tão intensa como sempre.

Claro, ainda há um grande núcleo de regulares e aqueles que participam no verdadeiro espírito do evento, as instalações são bastante surpreendentes e a atmosfera é tão intensa como sempre.

Todas as grandes atrações do Burning Man são repetidas em todas as edições, mas ainda assim, dada a personalidade e vigor dos visitantes, parece que tudo aquilo é novo, como se estivéssemos vendo o todo aquele festival de cores e bizarrices pela primeira vez.

Compilamos uma lista de fotos incríveis tiradas ao longo dos dias do festival deste ano. Confira abaixo as melhores e não deixe de comentar qual foto você mais gostou!

#25

#24

#23

#22

#21

#20

#19

#18

#17

#16

#15

#14

#13

#12

#11

#10

#9

#8

#7

#6

#5

#4

#3

#2

#1

Compartilhe o post com seus amigos!

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 19 anos, é Web Designer e Criador de Conteúdo do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.