Artista colore antigas fotos Preto & Branco e transforma nosso jeito de encarar o passado

Qualquer um pode usar o Photoshop, mas fazer um bom trabalho nesse software continua sendo uma arte. A colorista profissional do Brasil, Marina Amaral , faz parte dessa linha de pensamento. Impulsionada por sua obsessão e hobbie com a História, Marina faz extensas pesquisas para tornar suas colorizações tão realistas quanto possível.

Amaral ‘brinca’ com o Photoshop desde os dez anos. Em 2015, ela estava visitando um fórum de história na internet e descobriu fotos coloridas da Primeira Guerra Mundial. Instantaneamente sentiu-se inspirada, e começou a restaurar e colocar cores em fotos originalmente preto e brancas. Isso permitiu que as pessoas experimentassem o passado através de uma nova perspectiva.

“Cada foto é colorida para ser realista, reconhecendo o valor por trás de cada uma delas, respeitando e preservando suas histórias, prestando atenção aos detalhes mais sutis e mantendo sua essência original.”

“Todo trabalho concluído passou por uma pesquisa longa e profunda, e é apoiado pelas opiniões de especialistas em cada área específica, se necessário, para reproduzir fielmente as cores e a atmosfera originais”, acrescenta. “Meu trabalho varia de simples retratos a imagens complexas e detalhadas, tiradas de vários períodos históricos que abrangem uma ampla gama de tópicos.”

Confira abaixo alguns retrabalhos de Marina Amaral. Aprecie com moderação!

# 1 Ruby Bridges, escoltada por marechais dos EUA para frequentar uma escola toda branca, 1960

# 2 Cree Man, nativo indígena, tribo Saskatchewan, Canadá, 1903

# 3 Monet

# 4 Um fotógrafo usa seu próprio pano de fundo para mascarar as ruínas da Segunda Guerra Mundial da Polônia enquanto filmava um retrato em Varsóvia em novembro de 1946

# 5 Lewis Powell. Ele era um conspirador, que junto com John Wilkes Booth, assassinou o presidente Abraham Lincoln

# 6 Marie Sklodowska Curie, Nobel de Química e Física

# 7 Quatro pilotas deixando sua nave nos EUA, 1944

#8 Rainha Elizabeth II

# 9 Banana Docks, Nova Iorque. CA 1890 – 1910

# 10 Sniper Finlandês Simo Häyhä, apelidado de Morte Branca

Compartilhe o post com seus amigos!

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 19 anos, é Web Designer e Criador de Conteúdo do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.