Estas são as cores mais inovadoras e bonitas de cada ano, de acordo com premiação internacional

A primeira cor do ano foi anunciada pela Pantone em 2000 e a cor vencedora foi o “Cerulean Blue”. A artista plástica Kata Kocsis adora a diversidade de cores e decidiu, por iniciativa própria, fazer um compilado de todas as cores mais inovadoras e bonitas de cada ano para apresentar ao grande público.

“Após o ano 2000, com a realização da primeira premiação especializada nas cores mais ousadas de cada ano, o assunto se popularizou com enorme rapidez. Busco facilitar o acesso dessas cores às pessoas mais simples, que desejam fazer um upgrade na parede do quarto ou na fachada de casa.”

A premiação da Pantone, “Cor do Ano”, tem o objetivo de mostrar que a inspiração por novas cores é algo realmente importante, pois as cores podem expressar sentimentos, humores e estados de espírito – e, claro, tornar a vida mais feliz e vívida.

“Tentamos encontrar fotos expressivas que celebram as cores e mostram o poder da cor, sem edições ou manipulações”, ela diz. Exatamente como você verá abaixo. “Gostaríamos de encorajar as pessoas que se utilizam das cores como inspiração todos os dias em seu trabalho e vida.”

Confira abaixo as cores mais inovadoras escolhidas por votação, vencedoras de cada ano, sem edição. Não deixe de comentar qual delas você mais gostou!

Pantone:  Cor do Ano de 2018

Cor do ano de 2017

Cor do ano de 2016 / Primeiro lugar

Cor do ano de 2016 / Segundo lugar

Cor do ano de 2015

Cor do ano de 2014

Cor do ano de 2013

Cor do ano de 2012

Cor do ano de 2011

Cor do Ano de 2010

Cor do ano de 2009

Cor do ano de 2008

Cor do ano de 2007

Cor do Ano de 2006

Cor do ano de 2005

Cor do ano de 2004

Cor do ano de 2003

Cor do ano de 2002

Cor do ano de 2001

Cor do ano de 2000

Compartilhe o post com seus amigos!

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao amplo público brasileiro. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para o Sociologia Líquida, Explicando, Segredos do Mundo, Área de Mulher, Criatives, Razões para Acreditar e Feedty. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.