Mãe deixa bebê sozinha com adolescente e minutos depois ela vê uma foto que a deixa sem palavras

Quando a jovem babá de 15 anos, J’Ann, precisava ficar de olho em sua pequena prima – mas também queria fazer um sanduíche – o resultado foi pura comédia.

A mãe, Claudia Sorhaindo, postou as fotos no Facebook na semana passada, depois de receber mensagens de texto com as fotos mostrando J’Ann Sorhaindo, de 15 anos, fazendo um sanduíche enquanto Ava Pemberton, de 2 meses, descansava confortavelmente dentro de seus shorts. A irmã mais nova de J’Ann tirou as fotos.

“Eu tive que resolver um problema fora de casa, então saí por alguns minutos. Pedi, então, para minha sobrinha tomar conta de Ava por um instante,” escreveu Sorhaindo no post. “Alguns minutos depois eu recebi um texto de J’Ann, dizendo que queria fazer um sanduíche, mas não queria deixar Ava longe de sua vista. Por Deus, essa foi a solução que ela encontrou… a criatividade no seu melhor.”

Sorhaindo, que mora em Lakeland, na Flórida, diz que faz parte de uma grande família, muitos dos quais vivem a uma curta distância dela e do noivo Rolston Pemberton. Sua sobrinha, J’Ann, é uma de 17 netas e tem experiência em cuidar de seus primos mais novos, de tal modo que Sorhaindo a usa frequentemente como babá.

“Nossa família é tão grande que todos as semanas há uma festa de aniversário”, brincou Sorhaindo.

Mas as fotos engraçadas de Ava com sua prima mais velha têm um significado mais profundo para Sorhaindo. Em 2011, a filha de 3 meses de idade dela, Jenelle, morreu após uma confusão e troca de medicação em um hospital perto de sua casa em St. Croix.

“J’Ann sabe como eu sou protetora com Ava”, disse Sorhaindo. “Alguns podem dizer que eu sou um pouco paranoica. Não me importo. Eu estou sempre checando para ver se ela está bem, então J’Ann me mostrou que ela está se certificando de que está mantendo os olhos em Ava.”

Sorhaindo diz que a capacidade de sua família estar sempre unida ajudou-a a lamentar a morte de Jenelle. Ela, Pemberton e seus outros dois filhos mudaram-se de St. Croix para os Estados Unidos quando ela engravidou de Ava, para ter acesso a melhores cuidados de saúde e estar perto de sua família.

“Eles me ajudaram muito – se não fosse pelos meus amigos e familiares, eu poderia ter enlouquecido”, disse. “(Quando minha filha morreu) os médicos me ofereceram medicação para depressão e eu a recusei por ter uma família como a minha – não vou me permitir ficar deprimida.”

Sorhaindo diz que compartilhou as fotos engraçadas porque elas fizeram o dia dela e ela queria fazer seus amigos e familiares rirem também. Ela ficou chocada quando, mais tarde, as imagens se tornaram virais.

“Estou muito agradecido por ter Ava na minha vida porque pensei que não poderia ter mais filhos”, disse Sorhaindo. “E ver (essas fotos) traz lágrimas de alegria aos meus olhos.”

Compartilhe o post com seus amigos!

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 19 anos, é Web Designer e Criador de Conteúdo do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.