Pit bull ataca homem que abusava menina de 11 anos na Rússia.

Uma menina de 11 anos caminhava pacificamente com seu cachorro quando foi atacada por um homem de meia-idade pedófilo.

O cachorro pitbull estava amordaçado, mas isso não o impediu de proteger sua pequena dona.

A menina da cidade de Siasstroy, nos arredores de São Petersburgo, Rússia, será eternamente grata ao seu amado cão.

A polícia explicou que o pedófilo pegou a menina de 11 anos pelas pernas com a firme intenção de arrastá-la com ele para uma floresta próxima. Há relatos de que a criança sofreu agressões.

O pedófilo pensou que poderia fazer o que queria com a criança porque o cão estava amordaçado. Ele não esperava, no entanto, que o amor do cachorro por sua dona fosse suficiente para livrar seu focinho, permitindo atacá-lo. O homem, que achou que poderia escapar sem dificuldade, foi atacado selvagemente pelo cachorro pit bull. Incapaz de derrotar o cão, o pedófilo preferiu fugir.

A história dessa agressão, que felizmente acabou bem, foi contada pela mãe da menina para a polícia. A garota, que teve que passar por um terrível momento de pavor, ainda mais se levarmos em conta sua precoce idade conseguiu observar seu agressor bem o suficiente para dar uma descrição de sua aparência à polícia.

Uma investigação foi aberta e as autoridades estão agora procurando ativamente pelo pedófilo. Este é um homem barbado, magro, com uma tatuagem em uma de suas bochechas. Graças à coragem da menina e seu cão pitbull, este pedófilo perigoso pode ser preso em breve.

Esta trata-se de uma história que os amantes de animais vão se agradar. Pitbulls são cães que frequentemente são mostrados como animais agressivos, incontroláveis ​​e perigosos. No entanto, este cão pit bull é um verdadeiro herói que não só conseguiu salvar sua dona, mas também atacou a pessoa que estava claramente ameaçando sua segurança. Pitbulls também podem ser leais e amáveis!

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: sputniknews

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 19 anos, é Web Designer e Criador de Conteúdo do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.