Seca extrema força população de Emus a procurar água nas ruas da Austrália

A pior seca na história da Austrália forçou os Emus a procurar comida e água nas ruas de New South Wales. Grandes grupos de emus chegaram à cidade de Broken Hill, onde os moradores locais forneceram às aves, água e comida. Emma Singleton, porta-voz do Conselho de Resgate e Reabilitação de Animais Nativos Australianos de Broken Hill, disse que eles detectaram 34 emus na cidade.

A unidade de resgate não tem o objetivo de perseguir os pássaros nas ruas. No entanto, eles advertem os moradores a cuidar dos animais, uma vez que cinco emus foram atingidos por carros na última semana.

“Nossa maior preocupação neste momento são os ataques de cães contra eles”, disse Singleton.

Guerra aos Emus!

A Guerra aos Emus, também conhecida como a “Grande Guerra dos Emus”, foi uma operação militar para gestão da vida selvagem incômoda empreendida na Austrália no final de 1932, a fim de intervir numa preocupação pública em relação ao número de emus que estaria crescendo descontroladamente no distrito de Campion na Austrália Ocidental.

As tentativas falhas para reter a população de emus, a maior ave nativa da Austrália, levaram soldados armados com metralhadoras Lewis — levando a mídia à adotar o nome “Emu War” (Guerra às Emus, em Português) ao se referir ao incidente.

Mais de 60.000 emus foram mortos até 1948, quando o governo australiano deu um basta ao massacre generalizado.

Compartilhe o post com seus amigos!

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao amplo público brasileiro. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para o Sociologia Líquida, Explicando, Segredos do Mundo, Área de Mulher, Criatives, Razões para Acreditar e Feedty. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.