Criança pede para morar com a avó porque seu padrasto faz com ela “a mesma coisa que ele faz com a mamãe”

Foi no primeiro dia de outubro que as autoridades da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente ficaram perplexas ao lerem o bilhete de uma garota de 9 anos, que foi entregue para a avó, que assim que leu, foi diretamente na polícia.

Antes da delegacia, a senhora já havia ido no conselho tutelar pedir ajuda para agir mediante aquela situação: “Ela não sabia o que fazer após receber o bilhete da neta”, afirma a conselheira Iolene Oliveira.

“Além de mostrar a mensagem, ela trouxe a criança que relatou os abusos desde seus seis anos”, concluiu.

O homem, que cometeu a atrocidade, casou-se com a mãe da menina quando a criança tinha apenas três anos, e a última vez que ele a violentou foi em uma viagem que fizeram para Goiânia. Segundo Iolene, a menina estava com machucados e quando contou para a mãe, a mulher “Levou a criança ao médico alegando achar ser infecção urinária, sem informar o que mais teria acontecido”, relata a conselheira.

Quando voltaram de viagem, a família, que morava no fundo da casa da avó, estava prestes a se mudar, até que a senhora recebeu o bilhete.

Joyce Coelho, a delegada responsável pelo caso, afirmou que já deram início aos procedimentos que precisam ser tomados: “Foi pedido exame de conjunção carnal e a menina foi encaminhada para o Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (SAVVIS). A gente trabalha primeiro com a saúde da criança, que também vai passar pela psicóloga e após isso, vamos iniciar as investigações”, afirmou ao G1.

A família prestará depoimento nos próximos dias. Abaixo, confira o vídeo explicando mais sobre esse terrível caso:

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.