Esses turistas que não tiveram sorte ao tirar as fotos de férias perfeitas

Somos todos culpados de tirar fotos turísticas clichês quando viajamos: empurrando a Torre Inclinada de Pisa, segurando a Estátua da Liberdade na palma da mão, beijando a Grande Esfinge de Gizé, e assim por diante. Quando nossas fotos de férias fracassadas se tornam virais, a internet não tem piedade.

Quando o blogueiro de culinária Yves Van de Ven postou a foto de seus dedos errando o topo da Torre Eiffel, ele conseguiu mais de 100 versões da imagem “melhorada” das formas mais cômicas. Os heróis desta compilação foram corajosos o suficiente para postar suas fotos fracassadas para nos ensinar uma lição e salvar nossas fotos futuras. Nós rimos muito dessas fotos de férias e mal podemos esperar para compartilhá-las com você!

Era a árvore cipreste que ele queria “lamber”, nos perguntamos?

Agora sabemos que os golfinhos nem sempre são amigáveis​​…

Uma das desvantagens de viajar sozinho é pedir a estranhos que tirem fotos de você

“Às vezes nos agarramos às coisas erradas”

“Conselho amigável se você vai tirar uma foto na frente de uma tela verde: não use verde!”

Tudo bem, mas onde estão seus corpos?

Vento forte arruinando seu penteado é o preço a pagar por uma foto nas montanhas

“Este é o resultado quando eu pedi ao meu namorado para tirar uma foto.”

A Torre Eiffel está linda!

“Quando sua mãe tenta tirar uma foto panorâmica”

Quando um macaco carismático se torna o centro da fotografia:

Esta deveria ser uma imagem da Estátua da Liberdade. Eles até subiram a calçada para uma boa foto!

Tantas emoções diferentes em uma foto!

Compartilhe o post com seus amigos!

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 19 anos, é Web Designer e Criador de Conteúdo do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.