Fotógrafo registra catadora de recicláveis e melhora sua autoestima com as fotos.

Assim como diz a sabedoria popular de que uma foto vale mais do que mil palavras, uma fotografia tem tanto o poder de contar uma história, quanto o de criar uma nova. De mulher anônima à webcelebridade, a catadora de recicláveis Patrícia se tornou uma pessoa reconhecida graças ao olhar sensível do fotógrafo brasileiro Cesar Bond.

Bond tem um projeto chamado “Dançarinos Urbanos”, que captura dançarinos nas ruas com pessoas que não frequentam teatros e outros espaços artísticos, para fazer uma contraposição cultural e estética.

Em 2015 o fotógrafo conheceu Patrícia, nas ruas de Curitiba, onde ambos residem. Cesar estava fotografando duas bailarinas quando avistou Patricia passando com seu carrinho de recicláveis, chamando sua atenção.

“Várias pessoas paravam e ficavam olhando o ensaio. Mas, Patrícia chamou mais minha atenção. Estava toda molhada trabalhando debaixo da chuva. Ela tinha parado com seu carrinho para ver as bailarinas. Não pensei duas vezes, me aproximei e a convidei para participar da foto”, diz Cesar.

De início, a catadora não gostou muito da ideia.  Ela disse que se achava ‘muito feia’, que estava ‘suja e molhada’. Cesar logo tratou de elogiá-la e tirá-la desse mar de negativismo, de modo que ela se sentiu confiante, e, após algumas boas risadas, Patricia aceitou fazer a foto.

No primeiro take, Bond posicionou Patrícia entre as duas simpáticas bailarinas, não deixando de lado o elemento mais importante da composição: o carrinho de recicláveis.

O segundo take, com Patrícia ao lado do carrinho – sob a ponta dos pés, como uma autêntica bailarina – rendeu uma linda fotografia.

Patrícia gostou muito do resultado final e perguntou para Cesar se poderia obter uma foto impressa. O fotógrafo logo conseguiu uma cópia e foi até sua casa lhe entregar a foto pessoalmente. Naquele mesmo dia, ele já tinha publicado a foto no Facebook.

“Quando fui entregar a foto, ela me contou que todos os vizinhos já tinham visto, que estavam comentando e a elogiando”, lembra Cesar.

Patricia também disse que gostaria de colar a foto em seu carrinho, pois o achava muito feio. Bond então teve uma ideia: imprimiu a fotografia em uma grande lona e pintou o carrinho de Patrícia com uma chamativa cor rosa-pink, colocando a lona no carrinho.

“Ela trabalhava em um dos lugares mais movimentados de Curitiba, o calçadão da rua XV de Novembro, e ninguém notava sua presença. Depois da foto, isso mudou. As pessoas passaram a reconhecê-la como ‘Bailarina’ e a cumprimentá-la”, destaca Cesar.

Patrícia até participou de programas de TV e outros fotógrafos também fizeram fotos e vídeos dela. Não há dúvidas de que a foto de Cesar transformou a autoestima de Patrícia. A vergonha de ser catadora de recicláveis é coisa do passado.

Compartilhe o post com seus amigos!

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 19 anos, é Web Designer e Criador de Conteúdo do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.