15 “bombas” calóricas que os japoneses comem e continuam magros

Foi por volta do século XVI que os japoneses aprenderam sobre o uso do açúcar. Antes de que os navegantes portugueses introduzissem esse maravilhoso ingrediente no país, o significado da palavra usada para doces (“kashi”) se referia a fruta e nozes.

Mas assim que o açúcar chegou ao coração e ao estômago japonês, padeiros e confeiteiros entraram em ação. Atualmente, a quantidade de sobremesas na “terra do sol nascente” é praticamente ilimitada. Ainda assim, os japoneses de maneira geral não têm dificuldades em manter a boa forma.

Dá só uma olhada nas delícias que eles adoram e que não parecem afetar em nada a silhueta!

1. Torta de gotas de água

A torta de gota de água, ou mizu shingen mochi, é uma sobremesa bem clara, que precisa ser comida em 30 minutos. Do contrário, ela desaparece! Isso acontece porque a delícia é feita de água, açúcar, agar-agar, mel e amendoim tostado.

2. Torradas de mel

Os ingleses morreriam por uma torrada matinal como essa! Ela é grande, doce e muito saborosa. Trata-se de um pão coberto com mel caramelizado com sorvete, frutas e creme por cima.

3. Dango

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por JAPANing in Kuwait (@mastersq8) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Windhi Mega Utami (@windhimega) em

O dango é uma bola de massa cozida redonda e super saborosa, feita de farinha de arroz. Quando é coberto por um brilhante molho de soja, acaba ganhando um sabor agridoce que só deixa a sobremesa ainda melhor.

4. Mochi

O mochi é uma torta de arroz japonês feita de arroz de grão curto rico em glúten e chamado de mochigome. O arroz é usado para fazer uma pasta, que depois é moldada em diferentes formas. É um prato doce tradicional de Ano Novo, mas também costuma ser consumido o ano inteiro.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por 芽子 (@miss_buds) em

5. Daifuku

Basicamente, é igual ao mochi, mas com um toque diferente: vários recheios doces dentro de uma guloseima chamada mochi: neste caso, o recheio é o morango.

6. Sorvete de mochi

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Mochidoki (@mochi_doki) em

Perfeito para amantes de sorvete, mas que também curtem o sabor do mochi. As bolas de sorvete são cobertas com uma camada de mochi e depois polvilhadas com amido de milho.

7. Torta matcha

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Matchæologist® 🍵 (@matchaeologist) em

Uma opção levemente mais saudável por conta da cobertura da torta. O matcha é um pó feito de folhas de chá verde especialmente cultivadas e processadas para esse prato.

8. Manju

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Anna Modugno (@ourtangledbones) em

São como pãezinhos feitos ao vapor, com uma textura pegajosa e recheados com uma pasta doce. Têm origem na China e são produzidos em diferentes formatos.

9. Namagashi

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por 미뜰리에 Mi’telier Wagashi (@mitelier) em

Pequenos sanduíches, elegantes e bastante atrativos, servidos geralmente em tradicionais cerimônias de chá. Em sua maioria, são feitos de ingredientes naturais e frescos, como geleias de frutas e pasta doce de feijão.

10. Anmitsu

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por とらや 赤坂店 TORAYA Akasaka Shop (@toraya.akasaka) em

Todo um conjunto de guloseimas bem saborosas! É uma sobremesa clássica que inclui uma variedade de ingredientes, como o anko e a gelatina de agar (partes principais), castanhas, mochi, feijões doces, frutas e xarope escuro como cobertura.

11. Kakigori

Uma espécie de frozem muito suave, em diferentes variações e com o sabor que você desejar. Geralmente é adoçado com leite condensado, mas também pode ser feito sem laticínios.

12. Taiyaki

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por 🚀🌎 Steph | Food+Travel 🇵🇷🇨🇴 (@yeahfoodbeer) em

Torta em forma de peixe, recheada com pasta de feijão vermelho ou leite-creme, ainda que o recheio possa ser de qualquer coisa, de purê de batatas a queijo. O nome vem do japonês “peixe vermelho do mar”, goraz (tai).

13. Bolo castella

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Diet Mulai Besok (@dietmulaibesok) em

Macio, fofo e molhado: tudo que você espera de um bolo.

14. Yatsuhashi

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por TheFirstUltimateเที่ยวสุดโลก (@thefirstultimate) em

Mochi crocante e ao forno, com recheio de pasta de feijão e canela.

15. Geleia hakuto

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por J A E B I J O U X (@jaebijoux) em

Sobremesa de temporada feita com pêssegos maduros do tipo hakuto e água de um manancial disponível no verão.

Compartilhe o post com seus amigos!

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 19 anos, é Web Designer e Criador de Conteúdo do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.