15 Dicas essenciais que vão te ajudar muito na sua próxima viagem.

Mesmo para quem já rodou muito o país e conheceu as mais belas paisagens brasileiras, tem um friozinho na barriga na hora de viajar pelo exterior pela primeira vez. Há quem prefira começar o “debut” internacional pelos cenários da América do Sul, como os destinos turísticos da Argentina, Chile ou Uruguai. Já outros embarcam logo de cara para os Estados Unidos ou para as principais cidades da Europa.

São muitos os detalhes na hora de planejar a viagem: documentos, vacinas, bagagem, passaporte, cuidados com a saúde e procedimentos de aeroporto. É importante também conhecer bem o país para onde você está indo. Isso minimiza os problemas e aumenta as chances da viagem ser um sucesso e inesquecível!

Separamos 15 dicas interessantes para a próxima vez que você for viajar. Confira!

1. Aprenda a administrar suas alergias e problemas de saúde.

Se você tem alguma alergia a algum alimento ou remédio, ou alguma doença que lhe impeça de consumir alguma coisa, aprenda a falar seus alergênicos no idioma do local para onde você está indo. Isso pode ser muito útil na hora de escolher um prato, por exemplo, ou no caso de precisar de atendimento médico.

2. Faça download de versões offline de mapas e programas de tradução.

Desta forma você pode sair de certas situações complicadas no lugar onde você está viajando, já que muitas vezes você pode não contar com um plano de dados de Internet.

3. Aprenda sobre o sistema de transporte público do seu destino.

O transporte público é sempre uma opção mais barata para se locomover nas cidades. No entanto, é importante que você saiba como ele funciona no lugar para onde você está indo viajar.

4. Tenha uma carteira falsa.

Em qualquer lugar do mundo, não faltam pessoas buscando uma oportunidade para lhe roubar. Uma boa ideia para evitar os batedores de carteira e ladrões é usar uma carteira falsa para confundi-los.

5. Tenha uma bolsa ou uma carteira à prova d’água.

Imagine perder todo o seu dinheiro e os seus documentos pessoais, cartões e etc em um local longe da sua casa? Usar uma carteira falsa até pode lhe ajudar a evitar esse problema, mas é importante também usar uma bolsa de plástico, por exemplo, para evitar também danos provenientes do contato com a água.

6. Deixe os produtos caros em casa.

Câmeras profissionais ou jóias caras podem acabar chamando atenção desnecessária para você. Por isso, é melhor deixar seus acessórios de valor em casa.

7. Guarde cópias e arquivos escaneados dos seus documentos mais importantes.

Antes de sair para uma viagem, é uma boa ideia manter uma cópia dos seus documentos salva em seu e-mail ou no seu computador pessoal. Isso pode ser importante caso você precise substituir seus documentos por algum motivo.

8. Sempre guarde recibos de caixas eletrônicos.

Poucos pensam sobre isso, mas este pedaço de papel liberado pelo caixa eletrônico pode ajudar alguém a roubar sua identidade. Dependendo da região e do banco, os recibos do caixa eletrônico podem exibir sua localização, transações recentes, saldo, os últimos dígitos do cartão e os números da conta.

9. Use conexões de Internet seguras.

Quando estamos viajando é bastante normal que utilizemos redes públicas, em hotéis, cafeterias e etc. Essas redes, apesar de muitas vezes serem úteis para acessarmos nossas redes sociais, podem ser perigosas. Por isso, é bom evitá-las se possível. Caso seja realmente necessário utilizar essas conexões, tenha cuidado com aquilo que você digita, já que você não tem como saber se não está sendo vigiado.

10. Escolha um quarto no segundo, terceiro ou quarto andar.

Os especialistas em segurança afirmam que é melhor escolher um quarto entre o 2º e o 4º andar. O térreo é muito fácil de ser acessado a partir do solo, enquanto os andares do segundo ao quarto são muito altos para os ladrões, mas baixos o suficiente para as escadas dos caminhões de bombeiros chegarem em caso de emergência.

11. Cheque as travas de todas as janelas.

Verifique as fechaduras nas janelas e a porta da varanda quando chegar no hotel, e todas as vezes que voltar, pois o serviço de limpeza pode abri-las e esquecer de trancá-las novamente. Se o seu quarto tiver um quarto conjugado, certifique-se de que a porta entre os 2 está bem trancada.

12. Use a placa de “não perturbe” quando deixar o quarto.

Quando sair do quarto, ligue o rádio ou a TV e coloque uma placa de “não perturbe” na maçaneta da porta. Ao fazer isso, você dará aos possíveis ladrões a impressão de que você está dentro do quarto.

13. Evite usar o cofre.

Os cofres do hotel são fáceis de arrombar e são a primeira coisa a ser alvejada se o seu quarto for invadido. Consulte o balcão de check-in para verificar se há outras opções para manter sua propriedade segura.

14. Evite dizer os seus dados pessoais em voz muito alta.

Anote seu nome, número de telefone e qualquer outra informação necessária em um pedaço de papel e entregue-o à equipe do hotel para que essa informação não possa ser ouvida por pessoas mal intencionadas.

15. Coloque uma fita adesiva no olho mágico.

Não são raros os casos em que pessoas são espionadas ou até mesmo filmadas através do olho mágico do quarto do hotel. Ao entrar no quarto, verifique se não há nada de errado com o olho mágico. Se o buraco estiver aberto, ou danificado, não permaneça no quarto, e peça para trocá-lo.

Caso esteja tudo pronto, ainda assim é bom tomar uma precaução e colar uma fita adesiva para evitar que alguém possa enxergar algo por meio do olho mágico.

Leia também10 destinos turísticos curiosos que você deve levar em conta quando viajar pelo mundo

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: Brightside

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 19 anos, é Web Designer e Criador de Conteúdo do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.