20 imagens reais que você pode confundir com fotos de filmes fantásticos

As bruxas existem e até têm competições atléticas. E armários podem desaparecer quando eles querem.  A realidade em torno de nós é tão incrível que tirar uma foto incrível sem qualquer edição adicional é realmente muito fácil. Tudo o que você precisa fazer é olhar em volta e ser capaz de capturar o momento rapidamente. Encontramos imagens reais que não precisaram de edição adicional para surpreender.

Este poste está sendo segurado apenas pelas linhas de energia. Nada de mais…

Um hotel em forma de navio na Coreia do Sul

Apenas uma pista de aeroporto que passa por uma rodovia

Esta arte em espelho fantasmagórica em Worpswede – Bremen (Alemanha)

Este urso polar cumprimentando uma garotinha

Esta nuvem que parece um OVNI

Gatos estão sempre olhando para você… Aqui está a prova:

“A grama no chão perto de onde trabalho forma um perfeito 1”

O brilho neste arquivo faz parecer que as árvores estão desaparecendo

“Transição do pôr-do-Sol em exibição fora do meu apartamento”

A luz que brilha através deste vaso

“A maneira como o meu chá não vaza…”

Vista aérea da CNN Tower (Toronto)

As árvores de um lado da estrada são verdes e do outro lado são vermelhas

“Esta bola de golfe que eu encontrei dentro de um tronco”

Frente fria no oeste do Texas

O padrão nesta concha parece uma cadeia de montanhas

O reflexo deste túnel nos óculos de sol espelhados

“Uma folha no meu pára-brisa fez a perfeita impressão de gelo de si mesma”

‘Bruxas’ remando em Portland

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: Brightside

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 19 anos, é Web Designer e Criador de Conteúdo do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.