Cachorrinho foi adotado por um mosteiro e internautas o apelidaram de ‘Frei Bigode’

Foi na cidade de Cochabamba, Bolívia, que um mosteiro ganhou um novo ilustre morador: um cachorrinho Schnauzer muito fofo, de quatro meses, que foi doado por um dos fiéis.

Os monges lhe deram o nome de Carmelo, e não demorou pro animal se adequar à rotina do mosteiro. Mesmo já tendo um nome, ele gosta mesmo é de ser chamado de ‘Frei Bigode’, apelido que ganhou depois do grande sucesso que faz na internet.

Se engana quem pensa que Carmelo é calminho, segundo um dos monges ele toca o terror no mosteiro: “Morde tudo, destroça, tira as coisas do lugar. Nos damos conta das coisas quando as encontramos no jardim”, entretanto, traz mais alegria para o lugar que ficou muito mais animado após sua chegada.

A adoção de um animal deve ser feita com muita responsabilidade, afinal, trata-se da vida de um ser muito indefeso, que precisa de cuidados, portanto, se você for doar um animal, ou decidir ter um em casa, é preciso assumir o compromisso de cuidar do bichinho.

No caso de Carmelo, se o mosteiro não o adotasse, provavelmente teria sido abandonado, um dos monges afirmou que “se existem homens que excluem a qualquer das criaturas de Deus do abrigo da compaixão e da misericórdia, haverá homens que tratam seus irmãos da mesma maneira”.

Ele é ou não é uma graça?

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.