Colégio espanhol ensina meninos a cozinhar, limpar e passar roupa

Uma escola está revolucionando a forma de ensinar crianças e adolescentes, tornando-se notícia mundo afora. No Colégio Montebelo, na cidade de Vigo, província espanhola de Pontevedra todos os jovens do sexo masculino são ensinados que as tarefas domésticas não são exclusividade das mulheres, e que não há associação natural entre o trabalho em casa ao sexo feminino.

Tarefas domésticas consideradas básicas são ensinadas, como como cozinhar, engomar e limpar a casa. A disciplina foi denominada “Home Skills” (Habilidades Domésticas) e instituída no início desde ano letivo.

Recebida com entusiasmo pelos alunos, apresentou altas taxas de participação e presença. Além disso, tem transmitido bem sua mensagem principal, de que não há afazeres domésticos apenas para as meninas, muito pelo contrário, todos devem ajudar coletivamente em casa.

“Trata-se de um autêntico desafio para os alunos que, de repente, se deparam com um ferro de passar e as suas diferentes configurações segundo o tipo de roupa, entre fogões com um avental preso à cintura ou colocando roupas de molho para depois as lavarem à mão”, descreveu o Colégio Montebelo na sua página oficial no Facebook.

O empreendimento é considerado inédito e genial por promover de forma efetiva, desde a primeira idade, a igualdade de gênero e preparar gerações futuras, por meio da educação, para uma vida mais equilibrada em família.

Professor da instituição, Gabriel Bravo, é o mentor por trás do projeto. Ele acredita que as aulas renderão bons frutos futuros: “Pareceu-nos muito útil que os nossos alunos aprendessem estas tarefas para que, um dia mais tarde em que formem família, saibam que a casa é de dois e que não é obrigação apenas da mulher limpar, lavar louça e passar roupa”, explicou o mentor.

A iniciativa de elaborar uma disciplina específica sobre os afazeres domésticos foi recebida com alguma resistência por parte dos jovens.

No entanto, rapidamente foi absorvida pelos alunos, que manifestaram satisfação e, sobretudo, aceitação, pelas novas aulas: “Têm uma atitude positiva nas aulas, acham que são simultaneamente divertidas e instrutivas”, revelou Gabriel Bravo, citado pelo jornal argentino Clarín.

O projeto tornou bem-sucedido internacionalmente: o Colégio Montebelo foi manchete em países do mundo todo, desde o México ao Chile, inspirando possibilidades de implantação do mesmo curso em outros países.

Além disso, Gabriel disse que recebeu milhares de elogios e interações de encorajamento para que dê prosseguimento à disciplina. Após aprenderem a lavar, engomar e cozinhar nas aulas de Habilidades Domésticas, a próxima lição dos alunos, conforme disseram os jovens será… costurar botões.

Compartilhe o post com seus amigos!

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao amplo público brasileiro. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para o Sociologia Líquida, Explicando, Segredos do Mundo, Área de Mulher, Criatives, Razões para Acreditar e Feedty. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.