Esse Barbeiro dá desconto para crianças que leem em voz alta para ele.

Cortar o cabelo de uma criança nem sempre é tarefa fácil, porém, na barbearia Fuller Cut, localizada em Ypsilanti, no Michigan, a história é bem diferente. As crianças que ficarem lendo um livro em voz alta enquanto cortam as madeixas ganham um desconto de 2 dólares (algo em torno de 10 reais).

Claro, o grande objetivo da iniciativa não é fazer o dinheiro ficar com as crianças, mas sim, incentivar o hábito da leitura, que vem sendo perdido em meio a tanta tecnologia existente no mundo. Todos os livros oferecidos possuem imagens e mensagens positivas.

O barbeiro Ryan Griffin é o idealizador da ideia e toda a comunidade adorou, tanto que doam livros para que as prateleiras da barbearia nunca fiquem vazias: “Recebemos elogios de professores o tempo todo também”, explicou Ryan ao jornal.


(Programa Leia para um Barbeiro”: Promovendo Educação. Crianças: 1. escolha um livro, 2. leia para o seu barbeiro, 3. receba desconto de $2 de seu corte de cabelo. “É mais fácil construir crianças fortes do que consertar homens quebrados).

A barbearia atende diversas comunidades e por isso o tema é muito específico: “Todos os nossos livros têm imagens positivas de afro-americanos, sejam astronautas, atletas ou escritores”, disse ele.

Como surgiu a ideia?
Ryan revelou que já visitou cidades como Dubuque (Iowa), Houston (Texas) e Columbus (Ohio), onde já tinha esse tipo de incentivo, e teve a certeza que precisava levar essa ideia para sua barbearia.

Entusiasmado com o programa de desconto, um pai chegou no salão com seus três filhos e doou alguns livros, a partir daí, ele contou a ideia para outros pais e a quantidade de livros não para de crescer: “E foi assim que começou. Não era nada grande. Eu só queria ser responsável”, disse Ryan ao Huffington Post.

Quando passa por ali crianças que ainda não sabem ler, Ryan percebe que elas se interessam por pegar um livro, o que ele considera muito importante “porque quando uma criança pensa que é legal ler, isso é um presente”.

Claro, pensando no seu negócio e no bem estar da criança, nenhuma delas consegue ler o livro inteiro em um único corte, entretanto, Ryan faz um monitoramento para que quando a criança volte ao salão, ela pegue o mesmo livro e continue a leitura de onde parou!

Para finalizar, o barbeiro ainda acredita que através da leitura é possível criar um futuro melhor:

“Se nós pudéssemos receber as crianças de volta no Fuller Cut como adultos na faculdade e eles nos dissessem: ‘Por causa de vocês que nos fez ler aqui, me fez querer ser um escritor ou jornalista’, esse é realmente o objetivo final”.

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.