Museu da Empatia chega ao Brasil e faz reflexão sobre como deveríamos nos colocar no lugar do outro

 

Qual é o grau de empatia da sociedade brasileira? Nós paramos pra nos colocar no lugar do outro? Foi querendo responder essa questão que a diretora executiva do intermuseus trouxe para o Brasil uma amostra do Empathy Museum, onde através do projeto ‘Caminhando em seus sapatos’ faz as pessoas se colocarem no lugar de outras.

O curioso é que toda a experiência acontece dentro de uma caixa de sapato gigante. “A ideia era captar questões sociais, de desigualdade, lutas e militâncias contra a gordofobia, machismo, além de abordar conceitos como superação, amor e resistência”, conta em uma entrevista.

As pessoas escolhem uma caixa de sapatos sem nenhum conhecimento prévio, apenas o nome do indivíduo e, ao abrir a caixa, recebe um fone de ouvido com o depoimento do dono daquele par de sapatos.

“Dizem que é a história que escolhe o visitante”, conta Renato, que também trabalha na mostra.

Para quem ficou na curiosidade de passar por essa experiência, a mostra ficará até o dia 17 de dezembro no Pavilhão da Bienal de São Paulo no Parque do Ibirapuera, mais precisamente na Praça das Bandeiras!

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.