Esse forte vídeo mostra como um autista enxerga o mundo e tenta gerar conscientização

Quem possui um filho, parente próximo ou amigo autista, sabe que muitos deles não ficam muito confortáveis em ambientes com muitas pessoas ou muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo. E isso tem um motivo.

A National Autistic Society descobriu que 7 em cada 10 autistas evitam lugares como shoppings e supermercados, e quase um terço deles já pediu pra sair de um lugar público por causa do autismo.

Como forma de conscientizar esses estabelecimentos, foi feito um vídeo que tenta mostrar como um autista se sente nesses lugares e gerar conscientização. Veja:

Como aponta o vídeo, autistas acabam captando bem mais informações do que uma pessoa comum. Um lugar cheio de sons, luzes e informações, torna-se realmente perturbador para um autista.

Chris Packham, embaixador da National Autistic Society, é defensor do que ele chama de “hora do autista”, um momento no qual os estabelecimentos reduziriam esses fatores externos, tornando os ambientes mais tranquilos para um autista.

E ele dá dicas: diminuir os barulhos; diminuir a claridade; informar as pessoas que trabalham nesses lugares sobre o que é o autismo; informar os demais clientes sobre o autismo, porque ainda é difícil para boa parte das pessoas entenderem como um autista percebe o mundo. Essas são algumas coisas que, segundo ele, acabam fazendo uma grande diferença para um autista.

Leia tambémCriança de 5 anos utiliza a arte para superar o autismo

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: VT

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao amplo público brasileiro. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para o Sociologia Líquida, Explicando, Segredos do Mundo, Área de Mulher, Criatives, Razões para Acreditar e Feedty. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.