Família pediu pra sentar longe de criança com síndrome de down e garçom faz algo que vale a pena admirar

Em uma noite comum, Kim Castillo chegou com seu filho Milo, portador de síndrome de down, no restaurante Prime Rib, em Hounston, Texas, EUA, para jantar. Como a criança requer cuidados especiais, a mãe sempre opta levar o garoto em lugares que ele já conhece.

Entretanto, a falta de compaixão das pessoas é algo realmente que não tem explicação, isso porque assim que mãe e filho se sentaram, a família da mesa ao lado pediu ao garçom para mudar de lugar, pois não queriam ficar perto da criança, e o pai daquela família afirmou que pessoas como Milo não deveriam sair em público.

Foi então que Michael Garcia, o garçom que ouviu a declaração da família, não atendeu o pedido daquele pai e ainda o acompanhou até a saída: “Eu simplesmente não conseguia acreditar como eles se expressavam com uma criança inocente“, disse Garcia em uma entrevista para a FOX11, e continuou: “Como alguém poderia dizer algo assim para uma criança de cinco anos?”

Assim que retornou, os outros clientes aplaudiram Michael: “Fiquei impressionado por alguém ter assumido tal risco para defender outra pessoa“, disse Kim. “Sei que Michael fez isso de todo coração e de boa fé”.

Que essa história nos sirva de exemplo, bela atitude de Michael, que mais pessoas como ele fiquem por perto de nós!

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.