Pearl Jam arrecada mais de 10 milhões de dólares e doa valor para entidades que ajudam moradores de rua

Os fãs de rock passaram a conhecer mais Seattle, a partir de 1990, quando o Pearl Jam se formou. Por conta do grande sucesso, desde 2013 a banda não fazia um show por lá, e quando colocou a cidade novamente na agenda, quiseram fazer algo diferente.

Eles retornaram em grande estilo, onde boa parte do que foi arrecado com a venda de ingressos de dois shows, foi doado para entidades locais que enfrentam o problema da falta de moradia.

Após as apresentações, a banda repassou os 11 milhões de dólares conseguidos (cerca de 42 milhões de reais) para 40 entidades que auxiliam moradores de ruas, ou pessoas que vivem em trailers, carros e situações de risco em Seattle.

“Quando somos mais lucrativos que nunca, temos como superar esse problema. Podemos fazer isso juntos e precisamos de sua ajuda”, afirmou Eddie Vedder durante o show na cidade em que tudo começou.

A região enfrenta uma ‘crise de moradores de rua’ intensa, onde já foi declarado estado de emergência e planos foram criados pelo governo pra tentar contornar essa situação, porém, com os altos preços das moradias, o número de moradores de rua não diminui.

A banda, inclusive, tem um hit dedicado a um morador de rua que ajudou o vocalista a compor ‘Evenflow’: “Ele me contava histórias sobre aquilo que tinha passado e as atrocidades que tinha visto”, contou Vedder. Depois de viajar para uma tour, ele voltou a Seattle e descobriu que o homem tinha morrido. “A canção foi composta antes que ele morresse, e Eddie nunca chegou a ouvi-la. Nunca soube que era parte dela”, finaliza Eddie.

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.