Homem com síndrome de Down se aposenta após três décadas no McDonald’s

Indivíduos que nasceram com algum tipo de deficiência mental podem passar por situações e constrangimentos desagradáveis na busca por um emprego – situações essas não experimentadas pelo restante da população.

Há um preconceito e uma resistência generalizada por parte das empresas em contratar pessoas com síndrome de Down, por exemplo. A falta de oportunidade é uma barreira na busca pela integração dessas pessoas na sociedade.

Mas quando a oportunidade é concedida, essas pessoas não só fazem a diferença, mas se tornam um exemplo de que, com esforço, podem ser tão eficientes e proativos como qualquer outro indivíduo.

É o caso de Russell O’Grady, um funcionário do McDonald’s que não somente fez a diferença, como se tornou um homem bastante respeitado no condado de Northmead, na Austrália. Confira:

Russell, que hoje tem 50 anos, está se aposentando depois de passar 32 anos trabalhando no McDonald’s e dando o exemplo para todos que trabalharam com ele.

Russell tem síndrome de Down. Em 1984, quando tinha apenas 18 anos, o Jobs, que é um programa australiano que ajuda pessoas com deficiências intelectuais a encontrar emprego remunerado, ajudou-o a encontrar um emprego no McDonald’s de Northmead, Austrália.

Apesar de não ter nenhuma experiência de trabalho, Russell impressionou a todos com sua ética e profissionalismo e tornou-se muito querido entre seus gerentes, colegas e clientes. Ao longo dos anos, ele se tornou uma celebridade local, com muitas pessoas indo visitá-lo no trabalho e cumprimentá-lo na rua.

Kate O’Grady, gerente de apoio ao emprego, disse em uma entrevista ao Daily Mail: “Ele é uma pessoa incrivelmente sociável e mal consegue andar na rua sem que as pessoas parem para conversar com ele”. O supervisor de Russell também afirmou que a equipe sentirá falta dele.

Leia tambémFamília pediu pra sentar longe de criança com síndrome de down e garçom faz algo que vale a pena admirar

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: Bored Panda

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao amplo público brasileiro. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para o Sociologia Líquida, Explicando, Segredos do Mundo, Área de Mulher, Criatives, Razões para Acreditar e Feedty. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.