Mini Bolt! Esse garotinho de 7 anos está sendo considerado a criança mais rápida do mundo e você vai entender o motivo.

Usain Bolt parece agora ter um rival à altura – e ele tem apenas 7 anos de idade. Rudolph ‘Blaze’ Ingram viralizou nas redes sociais após um vídeo ter sido postado mostrando o garoto correndo os tradicionais 100 metros em apenas 13,48 segundos.

Blaze começou a treinar para a pista quando tinha apenas 4 anos de idade e desde então tem provado o seu poder de potencial estrela do atletismo, estabelecendo o recorde dos EUA para sua faixa etária. No verão passado, ele ganhou os 100 metros e terminou em segundo nos 200 metros em sua faixa etária nos campeonatos juniores realizados na Flórida.

No total, Blaze conquistou 36 medalhas, incluindo 20 ouros nos últimos dois eventos do campeonato nacional da União Atlética Amadora.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Blaze The Great (@blaze_813) em

Mas suas habilidades não param na pista. O americano também se arrisca no futebol, onde utiliza sua velocidade como habilidade a mais contra os rivais. Com apenas seis anos de idade, ele foi campeão estadual de futebol com a equipe Heisman, numa liga para garotos mais velhos.

“Eu trabalho duro na prática para inspirar meus colegas de equipe. Eu quero mostrar a eles que precisamos dar tudo o que temos. Se eles não sabem como fazer algo, eu mostro a eles como fazê-lo”, disse Blaze em uma entrevista de 2017.

Seu pai, Ingram, se certifica que seu filho vai bem em todas as áreas da vida – incluindo a escolar – e esse atleta brilhante não decepcionou. Ingram postou uma foto do boletim do garoto, mostrando orgulhosamente as notas obtidas pelo filho. “Trabalhe duro na sala de aula e na pista de atletismo”.

A habilidade de Blaze no campo de futebol e na pista lhe rendeu 450 mil seguidores no Instagram e o mundo agora assiste o que ele fará em seguida.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Blaze The Great (@blaze_813) em

Seu pai é treinador de futebol e conta ser responsável pelas contas de Blaze nas redes sociais, supervisionando as mensagens que ele recebe, além do seu treinamento. “Eu nunca perdi um treino, nunca perdi um jogo dele e faço todas as suas sessões de treinamento”, disse Ingram. “Ele é um superstar para todos os outros. Ele é meu amor. Eu sou o gerente, cinegrafista, instrutor, motorista particular… Tudo que eu quero é apenas vê-lo feliz e amando o que ele faz ”.

Seu pai deixou claro que apoia seu filho, incondicionalmente. “Se ele quiser largar tudo e virar cientista de foguetes, não importa, estarei com ele”, diz o pai.

Blaze regularmente posta fotos com seu irmãozinho de quatro anos em sua página do Instagram, mostrando um pouco de amor fraternal.

Ele provou como suas duas paixões se apoiam mutuamente: “Correr aumenta minha velocidade, controle de corpo e forma de corrida, e o treinamento me prepara para o futebol”, disse ele. “O futebol me mantém ativo para a pista e sendo capaz de mostrar a velocidade da minha pista.”

Jimmy Watson, técnico da equipe de Blaze, disse que a forte ética de trabalho do jovem jogador de futebol inspirou o resto de seus companheiros de equipe.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Blaze The Great (@blaze_813) em

“Bem, ele não é muito falante. Mas eu posso dizer que ele nunca teve uma má prática e ele só inspira as crianças de todas as idades ”, disse Watson.

Leia tambémGarotinho de 7 anos sofre bullying por sua aparência e adotou um gato com as mesmas condições que ele

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: Bored Panda

About Gabriel Pietro

view all posts

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao amplo público brasileiro. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para o Sociologia Líquida, Explicando, Segredos do Mundo, Área de Mulher, Criatives, Razões para Acreditar e Feedty. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.