Professora aposentada abre a porta de sua casa para alfabetizar adultos analfabetos

Muita gente espera o dia de se aposentar, mas, e quando ele chegar e você descobrir que ainda precisa continuar trabalhando e quer ajudar as pessoas? É isso que aconteceu com Eunir Alves Moreira de Faria, professora aposentada de 77 anos.

Ela mora em Patos de Minas, passou a vida inteira lecionando e percebeu que essa vocação não poderia acabar só porque se aposentou, foi então que colocou um cartaz em sua casa onde ensina gratuitamente adultos que não sabem ler e escrever:

“Sinto a necessidade de ver pessoas lendo e escrevendo”, disse Eunir em entrevista ao G1. “Eu tenho duas mesas e dez cadeiras na varanda e foi esse ambiente que disponibilizei para proporcionar estudo a quem não tem. Colei o papel há pouco mais de uma semana e já consegui preencher todas as vagas. Inclusive, vou dar aula no período noturno para atender também quem trabalha”, conta.

Foram 25 anos lecionando, e afirma que realizar um trabalho social é uma satisfação dupla: “Me sinto melhor como pessoa e ao mesmo tempo volto a fazer o que me dá prazer: dar aula. Como moro sozinha também é uma forma de estar sempre acompanhada”, ressalta.

No primeiro dia que colocou o cartaz, uma mulher já telefonou e não conseguiu conter as lágrimas ao descobrir que aprenderia a ler e a escrever sem custo algum.

“Isso me emocionou e me fez ter a certeza que o dinheiro não tem muito valor quando o assunto é educação. Proporcionar uma vida diferente ao outro, isso sim não tem preço”, indaga a aposentada.

Eunir, inclusive, montou uma cartilha de 3 volumes para que seus alunos possam aprender com mais facilidade e adquirir bons resultados no processo de alfabetização.

Ela diz que espera que com a visibilidade que sua ação está ganhando, outros professores aposentados possam fazer o mesmo: “O mal espalha muito fácil, mas o bem nem sempre. É necessário sacrificarmos um pouco para ajudar o outro. Isso é ser humano e eu desejo sim ser um exemplo já que o Governo não dá a atenção que a educação merece”, concluiu.

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.