5 brincadeiras antigas que todo mundo adorava participar e hoje em dia pouca gente se lembra

Hoje em dia vivemos em uma era tecnológica, as crianças, por exemplo, mal saem de casa e passam o tempo todo jogando vídeo game ou, então, assistindo vídeos no youtube. Os pais, inclusive, usam esses recursos porque sabem que vai funcionar, e não estão errados, estamos avançando, em novos tempos.

Porém, a infância do passado não volta mais, e ficam apenas na lembrança todas aquelas brincadeiras que reunia toda a criançada da rua. Abaixo, relembre 5 brincadeiras antigas que vão te deixar com saudade da infância:

01. Ciranda-Cirandinha

Pra entrar nessa brincadeira não tinha segredo, era só todo mundo dar as mãos, andar em círculo e começar a cantar: “Ciranda-cirandinha vamos todos cirandar…”

02. Queimada

Geralmente a turma se dividia em dois times, o objetivo era acertar o adversário com a bola, que, se fosse ‘queimado’, ia pra parte de trás do grupo oposto, onde também, poderia ter a chance de ‘queimar’ os adversários se conseguisse a posse da bola.

03. Passa-anel

Formava-se um círculo (geralmente) e todos faziam formato de concha com as mãos, então, alguém era escolhido pra ficar com o anel em mãos e ir passando de mão em mão. Quando completasse o círculo, alguém era escolhido e, se acertasse com quem estava o anel, era ele quem iria passar na próxima rodada, agora, se errasse, estaria eliminado.

04. Brincar na chuva

Hoje em dia ainda dá pra encontrar crianças brincando na chuva, porém, antigamente essa prática era bem comum. Atualmente, as crianças, na maioria das vezes, possuem imunidade baixa e adoecem fácil com a chuva gelada no corpo.

05. Pique-Esconde

O ‘pegador’ contava até 30 (ou a quantidade determinada antes da brincadeira começar) enquanto o restante se escondia. O objetivo do pegador era descobrir onde todos estavam escondidos, enquanto os que estavam escondidos precisavam chegar ao ‘pique’ antes de serem descobertos.

About Rafael d'Avila

view all posts

Publicitário. 22 anos. Morador de São José dos Campos. Sempre curioso. Apaixonado por dinossauros, TV e filmes e séries de terror.